As charges antiperonistas de Tribuna da Imprensa (1949-1955)

Rodolpho Gauthier Cardoso dos Santos

Resumo


Este artigo analisa as charges sobre o governo Juan Domingo Perón produzidas pela artista alemã Hilde Weber (1913-1994) para o jornal carioca Tribuna da Imprensa, no período de 1949 a 1955. Busca-se identificar como o humor foi utilizado para transmitir determinadas mensagens políticas e as relações delas com a posição político-partidária do periódico, cuja propriedade e direção estavam nas mãos de Carlos Lacerda, político e jornalista filiado à União Democrática Nacional (UDN). Profundamente antiperonista, Tribuna da Imprensa divulgou principalmente representações que destacavam o presidente argentino como déspota, conspirador, tolo e malandro. Nas charges assinadas por Hilde Weber fica implícita a personalização da experiência política justicialista, ao apontar uma única pessoa como principal responsável pela destruição das instituições democráticas. Também é visível que o jornal usava o noticiário negativo sobre o país vizinho como arma para a luta político-partidária em nível nacional. Carlos Lacerda, em especial, atuava como um dos principais opositores a políticos trabalhistas, como Getúlio Vargas e João Goulart, que, na sua visão, poderiam conduzir o Brasil a uma trajetória política semelhante à da Argentina peronista.

 

Palavras-chave: Caricaturas e Desenhos Humorísticos; Peronismo; Imprensa – Argentina; Argentina – Política e Governo; Carlos Lacerda.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Hamilton. Sob os olhos de Perón: o Brasil de Vargas e as relações com a Argentina. Rio de Janeiro: Record, 2005.

BANDEIRA, Luiz Alberto Moniz. Brasil, Argentina e Estados Unidos: conflito e integração na América do Sul (da Tríplice Aliança ao Mercosul), 1870-2007. 3. ed. revisada e ampliada. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.

BENEVIDES, Maria Victoria de Mesquita. A UDN e o udenismo: ambiguidades do liberalismo brasileiro (1945-1965). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.

CANE, James. The fourth enemy. Journalism and Power in the making of peronist Argentina, 1930-1955.Pennsylvania: The Pennsylvania State University, 2011.

CAPELATO, Maria Helena Rolim. Multidões em cena: propaganda política no varguismo e no peronismo. 2. ed. São Paulo: Editora UNESP, 2008.

CARLOS, Newton. Opinião dos pelegos argentinos: Vargas imita Perón. Tribuna da Imprensa, Rio de Janeiro, 18 de abril de 1952, p. 1 e 10.

CARLOS, Newton.Reação do governo uruguaio. Tribuna da Imprensa, Rio de Janeiro, 24/10/1952, p. 12.

CAVLAK, Iuri. A política externa brasileira e a Argentina Peronista (1946-1955). São Paulo: Annablume, 2008.

CHARTIER, Roger. O mundo como representação. Estudos Avançados. São Paulo, v. 5, n. 11, abril. 1991.

FERREIRA, Jorge. O imaginário trabalhista: getulismo, PTB e cultura política popular (1945-1964). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

LACERDA, Carlos. Traição à vista. Tribuna da Imprensa. Rio de Janeiro, 10 de agosto de 1950, p. 4.

LACERDA, Carlos. O Itamarati, o trust da Orquima e a tradição brasileira. Tribuna da Imprensa, Rio de Janeiro, 9 de março de 1951, p. 4.

LACERDA, Carlos. Joãozinho Boa Pinta, demagogo de cabaré.Tribuna da Imprensa, Rio de Janeiro, 5/8/1953, p. 4.

LIMA, Herman. História da caricatura no Brasil. Rio de Janeiro: José Olympio Ed., 1963, 4º volume.

LUCA, Tania Regina de. História dos, nos e por meio dos periódicos. In: PINSKY, Carla Bassanezi (Org.). Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2005.

MENDONÇA, Marina Gusmão de. O demolidor de presidentes. 2. ed. São Paulo: Códex, 2002.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Jango e o golpe de 1964 na caricatura. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2006.

NETO, Lira. Getúlio: da volta pela consagração popular ao suicídio (1945-1954). 1. ed., São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

PERÓN prendeu Richter, o charlatão atômico. Tribuna da Imprensa, Rio de Janeiro, 23/5/1951, p. 1.

PLOTKIN, Mariano Ben. Mañana es San Perón: propaganda, rituales políticos y educación en el régimen peronista (1945-1955). 2. ed. Sáenz Peña: Editorial de La Universidad Nacional de Tres de Febrero, 2013.

RIBEIRO, Ana Paula Goulart. Imprensa e história no Rio de Janeiro dos anos 1950. Rio de Janeiro: E-papers, 2007.

SANTOS, Rodolpho Gauthier Cardoso dos. A construção da ameaça justicialista: antiperonismo, política e imprensa no Brasil (1945-1955). 2015. Tese (doutorado em História Social) - FFLCH-USP, São Paulo-SP, 2015.

TORRE, Juan Carlos. Introducción a los años peronistas. In: TORRE, Juan Carlos (Dir.) Nueva historia Argentina: los años peronistas (1943-1955). Buenos Aires: Sudamericana, 2002, Tomo VIII.

UM PLANETA para Perón. Tribuna da Imprensa, Rio de Janeiro, 17/10/1951, p. 1.

WEBER, Hilde. O Brasil em charge: 1950-1985. São Paulo: Circo Editorial, 1986.




DOI: http://dx.doi.org/10.5965/2175180308182016215

Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com