A teia, a tela e o tempo: internet e história do tempo presente

Pedro Eurico Rodrigues

Resumo


O enfoque deste artigo será uma apresentação da pesquisa em história e Internet, pensando esta como um documento dentro dos estudos da História da Cultura Escrita e da Leitura. Ao propiciar novas formas de ler e escrever na contemporaneidade, a Internet perpassa por várias modalidades tais como os comunicadores instantâneos (MIRC e MSN), as redes sociais (Orkut, Facebook), notícias, vídeos entre outros. Com destaque a novos mecanismos de sociabilidade que funcionam como mediadores para interação entre grupos que utilizam as redes sociais. Os documentos são abordados na perspectiva da História do Tempo Presente, que possibilita pensarmos um passado-presente, em que os recuos e aproximações com as fontes são possibilitados pelas escolhas do historiador que problematiza este Presente

Palavras-chave: História; Escrita; Leitura; Redes de Relações Sociais.


Texto completo:

HTML PDF

Referências


ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval Muniz de. História: a arte de inventar o passado - ensaios de teoria da história. Bauru: Edusc, 2007.

BLOCH, Marc. Apologia da história. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BRESCIANO, Juan Andrés. La historiografía en el amanecer de la cultura digital. Uruguay: Ediciones Cruz del Sur. 2010.

BRIGGS, Asa; BURKE; Peter. Uma história social da mídia: de Gutenberg à Internet. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.

GARCÍA CANCLINI, Néstor. A globalização imaginada. São Paulo: Iluminuras, 2003.

CASTELLS, Manuel. A galáxia da Internet: reflexões sobre a Internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

CASTILLO GÓMEZ, Antonio. El tiempo de la cultura escrita. A modo de introducción. In: CASTILLO GÓMEZ, Antonio (Coord.) Historia de la cultura escrita. Astúrias, Espanha: Ediciones Trea, 2001.

CHARTIER, Roger. A aventura do livro, do leitor ao navegador: conversações com Jean Lebrun. São Paulo: Impressa Oficial do Estado de São Paulo: Editora UNESP, 2009a.

CHARTIER, Roger. A História ou a leitura do tempo. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009b.

CHARTIER, Roger. Inscrever e apagar: Cultura Escrita e Literatura – Séculos XI – Século XVIII. São Paulo: Editora Unesp, 2007.

CHARTIER, Roger. O mundo como representação. Estudos Avançados. n.5 p. 173-191. 1991

CHARTIER, Roger. Os desafios da escrita. São Paulo: Editora UNESP, 2002

CHAUVEAU, Agnès; TÉTART, Philippe (Org). Questões para o presente. Bauru, SP:EDUSC, 1999.

CUNHA, Maria Teresa Santos. Diários Pessoais: territórios abertos para a história. In: PINSKY, Carla Basssnezi; LUCA, Tânia Regina (Orgs.). O historiador e suas fontes. São Paulo: Contexto, 2009. p. 281-308

DARNTON, Robert. A questão dos livros: passado, presente e futuro. São Paulo: Companhia das Letras, 2010

DOSSE, François. A história à prova do tempo: da história em migalhas ao resgate do sentido. São Paulo: UNESP, 2001

ELIAS, Norbert. O Processo civilizador: volume 2/ formação do Estado e civilização. Rio de janeiro: Zahar Ed.,1993.

FEBVRE, Lucien. Escola dos Annales, São Paulo, Martins Fontes, 1998

GOMES, Ângela Maria de Castro. A escrita de si, escrita da história. Rio de Janeiro: Ed. da FGV, 2004

HANNUD, Alexandre. Wiki In: SPEYR, Juliano (Org.). Para Entender a internet: noções, práticas e desafios da comunicação em rede. Local: Editora, 2009.p.. 57-58

HARTOG, François. Os antigos, o passado e o presente. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2003

HARTOG, François. Regimes de historicidade: time, history and the writimg of history: the Order of Time. In: KVHAA Konferenser Stockholm, 37, 1996. Disponível em . Acesso em:11 de abril de 2010.

KOSELLECK, Reinhart. Futuro passado: contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto: Ed. PUC – Rio, 2006.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. 3ª ed. São Paulo: Ed. 34, 2010.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. In: Projeto história. São Paulo, nº 10, p. 7-28, dez. 1993.

PESQUISA sobre o uso das tecnologias da informação e da comunicação no Brasil: TIC Domicílios e TIC Empresas, 2008.

RECUERO, Raquel. Redes sociais na Internet. Porto Alegre: Sulina, 2009.

RIOUX, Jean-Pierre. Pode-se fazer uma história do presente? In: CHAUVEAU, Agnès; Tétart, Philippe (Org). Questões para o presente. Bauru, SP: EDUSC, 1999.

SEVCENKO, Nicolau. A corrida para o século XXI: no loop da montanha-russa. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

SIBÍLIA, Paula. O show do eu: a intimidade como espetáculo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.

VENANCIO, Giselle. Presente de papel: cultura escrita e sociabilidade na correspondência de Oliveira Vianna. Estudos Históricos. Rio de Janeiro. n.º 28, p.23-47, 2001.




DOI: https://doi.org/10.5965/2175180306122014131

Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com