Resistência e gênero nos arquivos das ditaduras militares do Cone Sul DOI: 10.5965/2175180305092013451

Cristina Scheibe Wolff

Resumo


Este artigo apresenta uma reflexão sobre os arquivos que guardam acervos sobre as ditaduras nos países do Cone Sul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai) que tem sido explorados no Projeto Gênero, Feminismos e Ditaduras pelo Laboratório de Estudos de Gênero e História da Universidade Federal de Santa Catarina. Busca mostrar como se pode encontrar perspectivas de gênero em acervos que originalmente tiveram como principal propósito a repressão aos movimentos políticos de resistência às ditaduras, ou que se constituíram justamente no esforço de memória desta resistência, mas que não problematizaram especialmente as questões de gênero. A reflexão pretende mostrar que o gênero é um aspecto importante na constituição dos discursos da resistência nestes países.

Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com