A recusa do segredo: exercício de direitos e acesso a documentos públicos DOI: 10.5965/2175180305092013266

Janice Gonçalves

Resumo


A partir de situações relativamente recentes e polêmicas de disponibilização, na Internet (por meio do WikiLeaks), de grande volume de documentos sigilosos produzidos no âmbito de instâncias governamentais e referentes a diversos países, são discutidos aspectos históricos que envolvem o acesso à documentação arquivística de caráter público, sua utilização para a produção de conhecimento histórico e sua relevância para o exercício da cidadania e a consolidação de práticas democráticas. Aborda-se ainda, brevemente, o debate arquivístico acerca da avaliação de documentos de arquivo e sua relação com o tema do acesso aos arquivos.

Texto completo:

PDF