Escrever textos, editar livros, fazer história: a Coleção Documentos Brasileiros e as transformações da historiografia nacional DOI: 10.5965/2175180305092013024

Fábio Franzini

Resumo


Este artigo apresenta um panorama do período áureo da Coleção Documentos Brasileiros, mostrando como, entre as décadas de 1930 e 1950 - momento em que vários outros projetos semelhantes se desenvolveram no sentido de “pensar o País” -, ela abrigou autores e obras comprometidos com a produção de um novo conhecimento sobre o Brasil, em especial no que diz respeito à história. Justamente por isso, este empreendimento editorial configurou-se também como um veículo privilegiado para a difusão de novas formas de abordar o nosso passado, desempenhando, assim, um importante papel no cenário de transformações pelas quais passava então a historiografia nacional.

Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com