A CAMPANHA PRESIDENCIAL TELEVISIVA DE LULA EM 2006 REVISTA DESDE A DIDÁTICA DA HISTÓRIALULA’S 2006 PRESIDENTIAL CAMPAIGN IN TELEVISION SAW FROM THE HISTORY DIDACTICS

Luis Fernando Cerri

Resumo


Discute-se o papel da propaganda política televisiva no processo de ensino e aprendizagem de História, através dos processos de resgate e reforço de símbolos e ideias referentes às representações identitárias e história político-social do Brasil, mobilizadas para a construção de projetos de poder. Trata-se, portanto, de um estudo que pretende contribuir para o conhecimento das relações entre os aspectos formais/escolares e os aspectos não-formais/ extra-escolares do ensino e aprendizagem da História. Parte-se do referencial teórico da Didática da História, que tem na consciência histórica o seu conceito principal (cf. J. Rüsen, K. Jeissman, P. Seixas e outros). A metodologia consiste, além dos instrumentais de análise das mensagens televisivas (sobretudo R. Barthes), na identificação e análise das narrativas e /ou "histórias ultracurtas" presentes no discurso político, capazes de ativar elementos do imaginário e da memória coletiva a serviço de fins imediatos. A conclusão preliminar é a circularidade entre o ensino - aprendizado escolar e as mensagens midiáticas, contribuindo para a compreensão da interdependência e jogos de dominação entre essas esferas.


Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com