REVISANDO LIVROS DIDÁTICOS DE HISTÓRIA: ação da diplomacia cultural em nome da paz REVIEWING HISTORY SCHOOLBOOKS: cultural diplomacy action to foster peace

Juçara Luzia Leite

Resumo


http://dx.doi.org/10.5965/2175180303022011077

No cenário internacional do pós-primeira guerra, gradualmente, os objetivos morais somavam-se aos objetivos cívicos do ensino de História. A década de 1920, especialmente, foi marcada por uma discussão ampla sobre o papel da educação – especialmente do ensino de História – na construção de um mundo de paz. O livro didático esteve no centro desse debate e educadores de tendências opostas manifestaram-se. Ao longo desses debates, o papel da Commission Internationale de Coopération Intellectuelle (CICI) se destacou na Liga das Nações, procurando facilitar a colaboração de intelectuais no serviço de promoção da paz mundial dentro dos objetivos da Liga. O presente artigo reflete sobre esse contexto, destacando o papel do Brasil na adoção de uma diplomacia cultural válida tanto para os países europeus quanto para os vizinhos latino-americanos, considerando a dinâmica da transição do foco de interesses da Liga das Nações para a União Panamericana. Ressaltamos a atuação do Ministério das Relações Exteriores nesse processo ao empreender uma diplomacia cultural sobre a História a ser ensinada, que, incólume às oscilações políticas do período, culmina na manutenção de publicação da “Bibliografia de História do Brasil”.


Texto completo:

PDF... ...HTML


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com