Efeito antimicrobiano de nanopartículas de ZnO E TiO2 frente as bactérias S. aureus e E. coli

Laura Cassol Mohr, Ana Paula Capelezzo, Thainá Rippel, Raquel Zeni Ternus, Francieli Dalcanton, Marcio Antônio Fiori, Josiane Maria Muneron de Mello

Resumo


Infecções ocasionadas por microrganismos patogênicos são um problema de saúde pública que demandam atenção e estudo já há algum tempo. Novos agentes antimicrobianos despertam interesse de estudo, visando o desenvolvimento de materiais que confiram atividade antimicrobiana. Tendo em vista esta problemática, este trabalho tem como objetivo estudar a atividade antimicrobiana de nanopartículas de óxido de zinco (NPs-ZnO) e nanopartículas de dióxido de titânio (NPs-TiO2) frente às bactérias Staphylococcus aureus (S. aureus) e Escherichia coli (E. coli). Para avaliar a atividade antimicrobiana das NPs-ZnO e NPs-TiO2 realizou-se testes de difusão em meio sólido e Concentração Inibitória Mínima (CIM). Para as NPs-ZnO, o diâmetro médio do halo de inibição foi de 1,1 ± 0,06 cm e 0,7 ± 0,15 cm para S. aureus e E. coli, respectivamente. A CIM das NPs-ZnO determinada no presente estudo para inibir S. aureus varia de 391,7 µg mL-1 e 783,3 µg mL-1, enquanto que para E. coli não foi possível determinar a CIM em virtude de a solução saturada de NPs-ZnO não ser suficiente para causar inibição efetiva desta bactéria. Já para as NPs-TiO2, não houve a formação de halo de inibição, bem como, não foi possível a determinação da CIM para nenhuma das estirpes bacterianas em estudo, reafirmando a incapacidade de inibição bacteriana das NPs-TiO2, sem uma fonte fornecedora de luz UV e/ou visível.


Palavras-chave


Nanopartículas; Óxido de Zinco; Dióxido de Titânio; Atividade Antimicrobiana

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/24473650312017011

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Congresso Sul Brasileiro de Engenharia de Alimentos, Pinhalzinho, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2447-3650.

Classificação Qualis - CAPES:

Ciências Ambientais B5

Engenharias II B5

A Revista CSBEA está indexada nos repositórios Latindex, Livre e Sumários.org

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By