As características da gestão de tesouraria nas organizações da região carbonífera de Santa Catarina

Cleyton de Oliveira Ritta, Cristina Rui da Silva, Andréia Cittadin

Resumo


O objetivo geral da pesquisa consiste em investigar as características da gestão de tesouraria nas empresas que compõem a Associação dos Municípios da Região Carbonífera – AMREC de Santa Catarina. Para alcançar tal objetivo, realizou-se uma pesquisa descritiva de caráter qualitativo e quantitativo por meio de questionário do tipo fechado, aplicado em 192 empresas por acessibilidade. Os resultados apontaram que a maioria das empresas: a) é de natureza jurídica Ltda.; b) atua no comércio e prestação de serviços; c) é de micro e pequeno porte; d) possui práticas adequadas de gestão de tesouraria de curto prazo; e) tem poucas aplicações e empréstimos no mercado financeiro; f) realiza financiamentos para veículos, máquinas e equipamentos; e g) capta recursos em bancos múltiplos/comerciais e bancos de desenvolvimento. Conclui-se que as organizações pesquisadas possuem uma situação organizacional de gestão adequada de tesouraria de curto prazo; entretanto, nas atividades de tesouraria de longo prazo, muitas empresas não realizam controles de orçado/realizado e de planejamento financeiro com políticas de investimentos, empréstimos e financiamentos. Essa situação representa importante fragilidade de gestão financeira, pois evidencia que algumas entidades não possuem visão de longo prazo.

Texto completo:

PDF



Revista mantida pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Campus Ibirama
® 2016 Direitos Reservados