EVIDENCIAÇÃO AMBIENTAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA POTENCIALMENTE POLUIDORA

Ilaci Pavesi, Elise Soerger Zaro, Rogerio João Lunkes, Fabricia Silva Rosa

Resumo


Este estudo objetivou avaliar o desempenho da evidenciação ambiental de uma empresa do setor industrial do estado de Santa Catarina considerada potencialmente poluidora. Neste intuito, adotou-se uma pesquisa do tipo estudo de caso, de natureza descritiva, com abordagem do problema qualitativa e documental quanto aos procedimentos técnicos. Os dados foram coletados no Relatório de Sustentabilidade referente ao exercício de 2013 divulgado pela empresa. Para atingir este objetivo aplicou-se o modelo de avaliação de desempenho Environmental Disclosure Evaluation (EDE), composto por 103 critérios distribuídos em quatro clusters: (i) gestão ambiental, (ii) consumo de recursos naturais; (iii) emissões, efluentes, resíduos e impactos; e (iv) conformidade legal e aspectos financeiros. O modelo é baseado no Global Reporting Initiative (GRI) e criado a partir da Metodologia Multicritério de Apoio a Decisão Construtivista (MCDA-C). Como resultado global, verificou-se que a média do índice de desempenho alcançado pela empresa foi de 31,23 pontos, resultado considerado “neutro”. Observou-se uma maior evidenciação ambiental em relação às informações para as áreas de gestão ambiental, consumo de recursos naturais, emissão e resíduos, itens avaliados com desempenho “forte/moderado”. Constatou-se um menor desempenho para os critérios efluentes líquidos, produtos e transporte; e “nulo” para os itens biodiversidade e conformidade legal. 


Texto completo:

PDF



Revista mantida pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Campus Ibirama
® 2019 Direitos Reservados