Ilhas de Croatã – mapeamentos transdimensionais de intervenções artísticas em espaços públicos

Richard Augusto Silva, Dorival Campos Rossi, José dos Santos Laranjeira

Resumo


Influenciada pelo movimento de contracultura Provos (1965), a narrativa poética Ilhas de Croatã apresenta uma breve análise sobre suas duas ações artísticas: na implantação experimental de uma bicicleta
branca como transporte coletivo, público e livre, inserida no campus universitário da Unesp/Bauru; e na ação TRANSITOSensorium,
reterritorializando uma cidade imaginária a partir de QRcodes espalhados pela cidade de Bauru, onde o usuário encontra um hibridismo entre as linguagens visuais, sonoras e escritas. A pesquisa relaciona a ideia de território por meio de uma relação entre espaço e poder, elencando as concepções de Psicogeografia – estudo de ações afetivas no espaço coletivo e Zonas Autônomas Temporárias. Trata-se de um estudo experimental, com a inserção de novas tecnologias.

Palavras-chave: Território; Ações; Apropriação; Desterritorialização e arte.

 


Texto completo:

PDF