Editorial

Guilherme Antonio Sauerbronn de Barros

Resumo


Desde a década de 1990, com o processo da globalização, a dimensão internacional vem ganhando força na educação superior. O tema é complexo quando associado ao potencial econômico, à responsabilidade do Estado e ao processo de expansão, tanto da pesquisa e do ensino quanto da produção científica da internacionalização universitária. O governo brasileiro, assim como de outros países, tem implementado várias políticas de internacionalização, entre elas: mobilidade acadêmica para professores, alunos e pessoal administrativo; bolsas de estudo para incentivar docentes e discentes a estudarem no exterior; apoio para pesquisadores participarem de seminários internacionais; estímulo para o estudo da língua inglesa; incentivo a vinculações internacionais, como iniciativas de pesquisa ou programas universitários. Algumas dessas temáticas são abordadas no dossiê, que está composto por cinco artigos e duas resenhas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores, diretórios e bases de dados

                       

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.