O Que Foi Feito da Campanha “Quero Educação Musical na Escola”

Felipe Radicetti

Resumo


Este artigo tem por objetivo comunicar aos interessados, os fatos precipitados a partir da Sanção Presidencial, em 18 de outubro de 2008, da Lei 11.769/2008, contextualizando-os no processo iniciado pela Campanha “Quero Educação Musical na Escola”. A situação em que a Lei se encontra, após a decorrência do prazo máximo previsto, permite entender que a omissão à letra da Lei que ora se verifica configura o seu não-cumprimento por todas as instancias institucionais responsáveis pelo Ensino Básico no país: O Ministério da Educação e as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação. Diante desse quadro, a campanha “Quero Educação Musical na Escola”, que se insere como um movimento na história da Educação Musical no Brasil, precisará mobilizar-se mais uma vez.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/2358092510102012060



Indexadores, diretórios e bases de dados


         

Revista Nupeart - Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC - Centro de Artes - CEART

Endereço: Av. Madre Benvenuta, 1907 - Itacorubi - Florianópolis - SC - CEP: 88035-001

ISSN 2358-0925 


 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.