De-vagar pela cena de Socorro

Zilá Muniz

Resumo


Este artigo analisa a dramaturgia na dança, problematizando aspectos do
processo de criação de Socorro, realização do Ronda Grupo de Dança e Teatro dirigido por Zilá Muniz. O espetáculo se caracteriza pelo encontro entre dança e o teatro de formas animadas. O presente estudo evidencia também que a dramaturgia na dança ordena a obra, define zonas de preocupação e precisão, é o fio condutor no processo de encenação. Portanto, antes, é o que fixa as estruturas parciais e as estruturas globais da obra. Em Socorro, a organização dos materiais foi efetuada a partir da apresentação de diversas imagens e ações indicadas pela diretora e com as contribuições dos dançarinos. A escolha das cenas seguiu a lógica que a dramaturgia foi desenhando no percurso da estruturação da montagem.

Palavras-chave: Dramaturgia na dança; dança contemporânea; teatro de formas animadas.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/2595034701072010159

Direitos autorais 2018 Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES, DIRETÓRIOS E BASES DE DADOS: