Vestida para o lazer: a descrições da moda nas crônicas mundanas de João do Rio

Heloísa Leite Imada, Orna Messer Levin

Resumo


Resumo: Na historiografia recente, é consensual que as reformas modernizadoras promovidas no Rio de Janeiro no início do século XX alteraram a arquitetura da capital e a relação da população com a experiência urbana, introduzindo novas práticas no cotidiano dos cariocas. O presente trabalho tem por objetivo analisar a presença da moda esportiva nas crônicas mundanas e examinar sua contribuição para a validação de um imaginário coletivo acerca do lazer. O enquadramento do figurino esportivo ganha complexidade na “civilização do jornal”, na qual as relações sociais passam a ser reguladas pela produção e pela leitura dos impressos. Como estudo de caso, são analisadas duas crônicas de João do Rio sobre a temática esportiva. Publicadas na coluna "A Semana Elegante" em 1916, abordam a presença feminina e sua indumentária na prática do tênis e dos banhos de mar. Assim, pretende-se mostrar como a importação e a representação das práticas esportivas e sua moda atuaram na construção de um imaginário de elegância no Rio de Janeiro.


Palavras-chave


Crônica; Moda; Imprensa

Texto completo:

PDF

Referências


Anderson, Benedict R. O'G. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. Tradução de Denise Guimarães Bottman. São Paulo, SP: Companhia das Letras, 2008.

Barthes, Roland. Sistema da Moda. São Paulo, Editora WMF Martins Fontes, 2009.

Benjamin, Walter. Charles Baudelaire, um lírico no auge do capitalismo. Trad. José Martins Barbosa e Hermerson Alves Batista. São Paulo: Brasiliense, 1989. (Obras escolhidas, v.3)

_________. Rua de mão única/Walter Benjamin. 5.ed. Trad. Rubens Rodrigues Torres Filho e José Carlos Martins Barbosa. São Paulo: Brasiliense, 1995. (Obras escolhidas, v.2)

Bourdieu, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. São. Paulo: Edusp; Porto Alegre, RS: Zouk, 2007.

Carassus, Émilien. « Le snobisme et les lettres françaises: de Paul Bourget à Marcel Proust » Paris: Librairie Armand Colin, 1966.

Espagne, Michel. Transferts culturelles et histoire du livre. Histoire et civilisations du livre. Revue internationale. Genebra: Librarie Droz, 2009, pp. 202-218.

Gomes, Renato Cordeiro. João do Rio: vielas do vício, ruas da graça. Rio de Janeiro, Relume Dumará, 1996.

Jamain-Samson, Sandrine, et Thierry Terret. « Fabricants, détaillants et vendeurs : l'économie du costume de sport à la Belle Époque », Staps, vol. 83, no. 1, 2009, pp. 55-67.

Levin, Orna. As figurações do dândi: um estudo sobre a obra de João do Rio. Campinas, Editora da Unicamp, 1996.

Martins, Ana Luiza. Revistas em revista: imprensa e práticas culturais em tempos de República, São Paulo (1890-1922). São Paulo, SP: Edusp; 2001.

O'Donnell, Julia. A invenção de Copacabana: culturas urbanas e estilos de vida no Rio de Janeiro (1890-1940). Rio de Janeiro, RJ: Zahar; 2013.

__________. De olho na rua: a cidade de João do Rio. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Ed., 2008.

Pinson, Guillaume. « Fiction du monde : De la presse mondaine à Marcel Proust ». Montréal : Presses de l’Université de Montréal, 2008.

Thérenty, Marie-Ève. « Pour une histoire littéraire de la presse au XIXe siècle », Revue d'histoire littéraire de la France, vol. vol. 103, no. 3, 2003, pp. 625-635.

Veblen, Thorstein. A teoria da classe ociosa: um estudo econômico das instituições. 2. ed. São Paulo, SP: Nova Cultural; 1987.




DOI: https://doi.org/10.5965/1982615x13292020070

Direitos autorais Heloísa Leite Imada, Orna Messer Levin

Licença Creative Commons

      http://www.revistas.udesc.br/public/site/images/rocha1/ceart1.png