Um panorama das teses e dissertações sobre Educação Estatística

Ednei Leite de Araújo

Resumo


A estatística pode ser considerada como uma área da matemática responsável por analisar dados e informações, possibilitando um aprendizado de forma reflexiva e crítica, além de ser uma ferramenta facilitadora para inserção do indivíduo no mundo globalizado. Neste contexto, diversos estudos são desenvolvidos nesta área, cujas temáticas vão desde a educação básica, ao ensino superior. Neste trabalho, foram observados vários estudos voltados ao ensino de Estatística de modo a identificar historicamente, fatores que contribuíram para o surgimento do movimento “Educação Estatística” e responder as questões norteadoras desta pesquisa. Através de critérios de busca, foram observados e analisados estudos oriundos de pesquisadores do GT12 que culminaram em teses e dissertações. Tal análise conduziu ao fato de que este movimento está em constante crescimento, uma vez que tal área é fundamental para que qualquer pessoa exerça sua função de cidadão. Por fim, a problemática inicial foi solucionada e alguns aspectos importantes para o futuro deste movimento foram levantados, incentivando o desenvolvimento de estudos posteriores relacionados à Educação Estatística.

Texto completo:

PDF

Referências


BAYER, A.; BITTENCOURT, H.; ROCHA, J.; ECHEVESTE S. A estatística e sua história. Disponível em: . Acesso em: 7 ago. 2012.

Campos, Celso Ribeiro. Estatística - Teoria e prática em ambientes de modelagem matemática. Celso Ribeiro Campos, Maria Lúcia Lorenzetti Wodewotzki, Otávio Robero Jacobini. - Belo Horizonte : Autênica Editora, 2011. - (Coleção Tendências em Educação Matemática, 23) Bibliografia ISBN 978-85-7526-573-4 - 1. Estatística - Estudo e ensino. 2. Matemática - Estudo e Ensino 3. Modelagem matemática. I. Wodewotzki, Maria Lúcia Lorenzetti. II. Jacobini, Otávio Roberto. III. Título IV. Série

COSTA, A.; NACARATO, A.. A Estocástica na Formação do Professor de Matemática: percepções de professores e de formadores. Bolema: Mathematics Education Bulletin = Bolema: Boletim de Educação Matemática, Brasil, 24, nov. 2011. Disponível em:http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/bolema/article/view/5092. Acesso em: 02 Fev. 2012.

FIORENTINI, D.; LORENZATO, S. Investigação em educação matemática: percursos

teóricos e metodológicos. Campinas: Autores Associados, 2006.

GONÇALVES, H. (2003). “Educação Estatística: apontamentos sobre a Estatística nos cursos de pedagogia – magistério para séries iniciais do Ensino Fundamental.” Seminário IASI de Estatística Aplicada, 9. Anais... Brasília: ABE/IBGE.

Lopes, Celi Espasandin; Coutinho, Cileda de Queiroz e Silva; Almouloud, Saddo Ag (Orgs). Estudos e reflexões em Educação Estatística. São Paulo: Mercado de Letras, 2010.

MENDOZA, L. P.; SWIFT, J. Why teach statistics and probability: a rationale. In: SHULTE,

A.P.; SMART, J.R. (Ed.). Teaching statistics and probability. Reston: Yearbook National

Council of Teachers of Mathematics, 1981. p. 90-100

MENEGHETTI, R.; BATISTELA, R.; BICUDO, M.. A Pesquisa sobre o Ensino de Probabilidade e Estatística no Brasil: um exercício de metacompreensão .Bolema: Mathematics Education Bulletin = Bolema: Boletim de Educação Matemática, Brasil, 24, jan. 2012. Disponível em:http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/bolema/article/view/5295/4172. Acesso em: 02 Fev. 2012.

VIALI, L. (2008). “O ensino de Estatística e Probabilidade nos cursos de Licenciatura em Matemática. “Simpósio Nacional de Probabilidade e Estatística, 18., Estância de São Pedro-SP. Anais... . ABE.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.