Cursos e percursos da educação matemática em duas vozes: Albino e Inez relembrando o ensino primário.

Viviane Aparecida Bagio, Anna Carolina Galhart

Resumo


O presente artigo apresenta duas versões possíveis sobre o ensino de matemática nos anos iniciais do ensino fundamental – ensino primário, através da metodologia da História Oral, pela vertente temática, compreendendo entrevistas realizadas para a disciplina História da Educação Matemática no Brasil, ministrada pelos orientadores das autoras, Prof. Dr. Carlos Roberto Vianna e Prof. Dr. Emerson Rolkouski, no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática – PPGECM da Universidade Federal do Paraná (UFPR), envolvendo dois depoentes de contextos de ensino e épocas diferentes, como marco temporal o início da década de 30 e o final da década de 70. Através dessas narrativas, em duas vozes, contemplamos a educação matemática sob os aspectos de mudanças ao longo do tempo, em cursos e percursos, na trajetória escolar dos depoentes, uma vez que o ensino e o trabalho estão associados, bem como, as classes com idades e níveis de seriação distintos.

Texto completo:

PDF

Referências


DIAS, Eliana. Livro Didático: do surgimento às mudanças atuais. Anais do II Seminário de Pesquisa do NUPEPE. Uberlândia, Minas Gerais, 21 e 22 de maio 2010. p.132-143. Disponível em: .Acesso em: 14 jun. 2014.

FERRI, Cassia. Classes multisseriadas: que espaço escolar é esse? Dissertação. Florianópolis: UFSC, 1994.

GARNICA, Antonio Vicente Marafioti. Escolas, professores e caipiras: exercício para um descentramento histórico. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 1. São Paulo, jan./abr. 2005. p. 121-136.

__________________________. Cartografias contemporâneas. Mapeando a Formação de Professores de Matemática no Brasil. Curitiba: Appris, 2014.

GARNICA, Antonio Vicente Marafioti; MARTINS, Maria Ednéia. Educação e Educação Matemática em escolas rurais do Oeste Paulista: um olhar histórico. Zetetiké, v. 14, n. 25. Campinas, SP, jan./jun. 2006. p. 29 - 64.

MEIHY, José Carlos Sebe Bom; RIBEIRO, Suzana L. Salgado. Guia prático de história oral: para empresas, universidades, comunidades, famílias. São Paulo: Contexto, 2011.

MENEZES, Ebenezer Takuno de; SANTOS, Thais Helena dos."Multisseriação" (verbete). Dicionário Interativo da Educação Brasileira - EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2002, http://www.educabrasil.com.br/eb/dic/dicionario.asp?id=360, visitado em 12/6/2014.

ROLKOUSKI, Emerson. Vida de professores de Matemática – (im)possibilidades de leitura. Tese (Doutorado em Educação Matemática), Universidade Estadual Paulista. Rio Claro, 2006. 288 f.

SOUZA, Luzia Aparecida de. Trilhas na construção de versões históricas sobre um grupo escolar. Rio Claro: UNESP, 2011.

SOUZA, Marilsa Aparecida Alberto Assis. O grupo escolar Minas Gerais e a educação pública em Uberaba (MG) entre 1927 e 1962. Uberlândia: UFU, 2012.

SOUZA, Rosa Fátima de. História da organização do trabalho escolar e do currículo no século XX: ensino primário e secundário no Brasil. São Paulo: Cortez, 2008. 319 p. Resenha de: BERGOZZA, Roseli Maria. História da educação: uma forma de aprender. Conjectura, v. 14, n. 2, maio/ago. 2009, p. 256-7. Disponível em: . Acesso em: 13 jun.2014.

OLIVEIRA, Fabio Donizete. HEMERA: sistematizar textualizações, possibilitar


Apontamentos

  • Não há apontamentos.