ENSAIO SOBRE IDENTIDADE (DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA)

Lênio Fernandes Levy, Elizabeth Cardoso Gerhardt Manfredo

Resumo


Anuncia-se, nas páginas a seguir, que tanto o EU quanto o OUTRO podem ser concretos e/ou abstratos. Em se tratando da identidade do professor de Matemática, enfatiza-se o seguinte atributo (apesar de não se considerá-lo único no que tange à identificação desse profissional): “ensino de Matemática”. Também é realçada neste artigo a identidade do professor que investiga a sua própria prática. Defende-se, além disso, que licenciandos de Matemática possuam uma identidade docente. Enfim, advoga-se em favor da existência da IDENTIDADE DE UMA COLETIVIDADE DE PROFESSORES (Obs.: docentes de um grupo vendo-se a si próprios; vendo uns aos outros; sendo vistos por indivíduos externos ao grupo e/ou por outras coletividades), estendendo-se a tal “ser coletivo” o ideário de Dubar (2005), originalmente voltado para a identidade de um “indivíduo”.


Texto completo:

PDF

Referências


DUBAR, Claude. A socialização: construção das identidades sociais e profissionais (Andrea Stahel M. da Silva, Trad.). São Paulo: Martins Fontes, 2005.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. 5. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

___________. Complexidade e ética da solidariedade. Em: CASTRO, Gustavo de; CARVALHO, Edgard de Assis; ALMEIDA, Maria da Conceição de. Ensaios de complexidade. Porto Alegre: Sulina, 2002, p. 11-20.

___________. O método 5: a humanidade da humanidade (Juremir Machado da Silva, Trad.). 2 ed. Porto Alegre: Sulina. (2003).

PAIVA, Maria Auxiliadora Vilela. O professor de matemática e sua formação: a busca da identidade profissional. In: NACARATO, Aldair Mendes; PAIVA, Maria Auxiliadora Vilela (Orgs.). A formação do professor que ensina matemática: perspectivas e pesquisas. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

PETRAGLIA, Izabel Cristina. Edgar Morin: a educação e a complexidade do ser e do saber. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1995.

_______________________. Sete idéias norteadoras da relação educação/complexidade. In: ALMEIDA, Cleide; PETRAGLIA, Izabel (Orgs.). Estudos de complexidade. São Paulo: Xamã, 2006, p. 23-36.

PONTE, João Pedro da; CHAPMAN, Olive. Preservice mathematics teachers’ knowledge and development. In: L. English (Ed.). Handbook of international research in mathematics education (2nd ed.). New York, NY: Routidge, 2008, p. 225-263.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.