O PROFESSOR E O ENSINO DE MATEMÁTICA PARA CEGOS

Luí Fellippe da Silva Bellincantta Mollossi, Tatiana Comiotto Menestrina, Marnei Luis Mandler

Resumo


Este trabalho tem como objetivo debater as dificuldades do professor para ensinar matemática para aluno com deficiência. Pretendeu também desenvolver uma metodologia de ensino que permitisse explorar alguns conceitos matemáticos. Para construir estes conceitos foram utilizadas as diretrizes de orientação e mobilidade baseadas em Brandão (2013) e também materiais concretos, assim estimulando a aprendizagem através do lúdico. Ainda, teve como propósito, mostrar como os cegos são percebidos, desde os tempos remotos e compreender quais as dificuldades que os estudantes cegos encontram no aprendizado de matemática. Para isso, foi realizada pesquisa bibliográfica, observações, entrevistas com cegos e com professores.


Texto completo:

PDF

Referências


BRANDÃO, J. C. Matemática e Deficiência Visual: com texto no contexto educacional. São Paulo: Scortecci, 2013.

FERNANDES, S. H. A. A. e HEALY, L. Ensaio sobre a inclusão na Educação Matemática. Revista Iberoamericana de Educación Matemática, Jul. 2007, n. 10, p.59-76.

LIPPE, E. M. O; CAMARGO, E. P. Tendências na pesquisa em formação de professores. Um estudo a partir da análise de publicações em revistas e anais de eventos na área de educação especial. 2009

PRANE, B. Z. D. et al. Matemática para deficientes visuais no ensino médio regular: desafios, possibilidades e perspectivas. XIII CIAEM-IACME, Recife, Brasil, 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 janeiro 2013.

VITTA, F. C. F. D. et al. Conceito sobre a educação da criança deficiente, de acordo com professores de educação infantil na cidade de Bauru, Revista Brasileira de educação especial, Marília, Jan.-Abr. 2004, v.10, n.1,


Apontamentos

  • Não há apontamentos.