Contribuições da Teoria Histórico-Cultural no Ensino de Ciências

Maria da Graça Moraes Braga Martin

Resumo


A Teoria Histórico-Cultural tem contribuído tanto no trabalho pedagógico, como no suporte teórico de pesquisas no Ensino de Ciências. Acredita-se que esta teoria está à altura dos desafios para a próxima década no sentido de orientar processos de ensino e aprendizagem que buscam a autonomia intelectual dos estudantes e que buscam a emancipação na perspectiva de Paulo Freire (humanização do oprimido e superação dos seus condicionantes históricos), ou ainda, a emancipação humana no sentido que o homem é um sujeito que se posiciona, avalia, faz opções e não um objeto submetido aos condicionamentos impostos por outros. Destaca-se que a ciência pode ser compreendida como um processo e que, atualmente, é a forma mais desenvolvida do movimento do conhecimento humano. Assim, o conhecimento elaborado historicamente, como produto da atividade humana em geral, deve ser apropriado pelos estudantes e a educação escolar, forma dominante de educação, tem a finalidade de converter o saber elaborado sistematicamente em saber escolar e socializá-lo através de processos de ensino-aprendizagem. Este trabalho mostra a proposta didática de ensino-aprendizagem de conteúdos escolares de Ciências, embasada na Pedagogia Histórico-Crítica (PHC), e a noção de perfil conceitual como instrumento de análise do processo de evolução conceitual, ambas com suporte epistemológico na Teoria Histórico-Cultural.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.