Educação para os direitos humanos, a sustentabilidade e a cultura de paz

Soila Arminda Monte Blanco, Maria Isabel Aude

Resumo


O Núcleo Integrado de Sustentabilidade Ambiental da Faculdade Integrada de Santa Maria, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil, subseção Santa Maria, através da Comissão da Mulher Advogada e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, criou o Projeto de Extensão denominado: “Educação para os Direitos Humanos, a Sustentabilidade e a Cultura de Paz”, a ser desenvolvido na Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Santa Maria. O Projeto teve início em março de 2015, promovendo várias atividades envolvendo a comunidade escolar e seus familiares com o desenvolvimento de oficinas sustentáveis, jogos interativos, viagens culturais, teatro sobre cidadania e meio ambiente para alunos e palestras educativas sobre Direitos Humanos, Saúde e Sustentabilidade para os pais e a sociedade local.

BRASIL, Constituição (1988), Constituição da República Federativa do Brasil, Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.292 p. DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembleia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948. Disponível na Biblioteca Virtual de Direitos Humanos da Universidade de São Paulo.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL, Constituição (1988), Constituição da República Federativa do Brasil, Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.292 p. DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembleia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948. Disponível na Biblioteca Virtual de Direitos Humanos da Universidade de São Paulo.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.