GeoGebra 3D: uma experiência de ensino com atividades exploratório-investigativas no ensino da Geometria Espacial

Wendel Oliveira Silva, Nielce Meneguelo Lobo da Costa

Resumo


Esse artigo apresenta um estudo sobre as contribuições do software GeoGebra 3D na visualização e conceitos geométricos intrínsecos aos sólidos geométricos mediante uma tarefa de cunho exploratório-investigativa realizada com alunos do 2º ano do Ensino Médio de uma escola de Além Paraíba-MG. A experiência se conecta a uma pesquisa qualitativa do tipo investigação-ação cujo objetivo geral é investigar possibilidades de aprendizagem de conceitos relativos aos Poliedros sob uma proposta investigativa. Para tanto, aplicamos uma sequência de atividades exploratório-investigativas a utilizando o software GeoGebra 3D e analisamos diálogos entre os alunos durante aplicação da sequência. Os resultados iniciais evidenciaram que essas práticas didáticas podem oferecer situações que possibilitam ampliar o conhecimento dos alunos sobre a Geometria Espacial principalmente pelas contribuições trazidas pelo ambiente que se criou em sala de aula, marcado pela partilha de ideias, pela oportunidade de discussão e socialização de estratégias.


Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, M. A. As elaborações de conhecimento geométricos no ensino fundamental II em uma microbacia. 2013. 233 f. Dissertação. (Mestrado em Ensino e História das Ciências da Terra). Instituto de Geociências Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2013.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MC/SEF, 1998.

ELLIOTT, J. La investigación-acción en educación. Madri: Ediciones Morata, 1990.

FIORENTINI, D.; FERNANDES, F. L. P.; CRISTOVÃO, E. M. Um estudo das potencialidades pedagógicas das investigações matemáticas no desenvolvimento do pensamento algébrico. In: Seminário Luso-Brasileiro: Investigações matemáticas no currículo e na formação de professores. Lisboa, 2005. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/jponte/seminario_lb.htm. Acesso em 03/07/2016.

HOHENWARTER, M.; PREINER, J. Dynamic mathematics with GeoGebra. Journal of online Mathematics and its applications, v. 7, março 2007.

LORENZATO, S. Por que não ensinar Geometria? Revista da Sociedade Brasileira de Educação Matemática. São Paulo, ano III, nº 4, p. 3–13, 1º semestre, 1995.

PAVANELLO, R. M. Geometria e Educação Matemática. Maringá, 1993.

PONTE, J. P. et al. Histórias de investigações matemáticas. Lisboa: [s.n.], 2003.

___________. Investigar a nossa própria prática. In GTI (Org.), Reflectir e investigar sobre a prática profissional. Lisboa: APM, 2002.

___________.; BROCADO, J; OLIVEIRA, H. Investigação Matemáticas na Sala de Aula. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009, 160 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.