GeoGebra no Ensino Médio: Análise de uma atividade com geometria e funções

Willians Adriano de Oliveira, Nielce Meneguelo Lobo da Costa

Resumo


Este artigo relata uma atividade desenvolvida em um curso de formação continuada, voltada para professores de matemática da rede pública do estado de São Paulo. O objetivo da atividade foi o de promover a articulação entre os quadros geométrico e algébrico; investigar a co-variância da medida dos lados e da área de um retângulo. A formação se insere em projeto de pesquisa mais amplo que intenta identificar possibilidades para ampliação/construção do conhecimento profissional; a partir de reflexões envolvendo áreas de figuras planas e funções quadráticas. A fundamentação teórica vem dos estudos de Mishra e Khoeler sobre o conhecimento pedagógico tecnológico do conteúdo (TPACK) e nos estudos de Ponte sobre atividades exploratório- investigativas. O software GeoGebra foi utilizado para possibilitar aos professores participantes a exploração da situação proposta e a manipulação do retângulo, mantendo suas propriedades. A análise identificou que o software auxiliou nas explorações e investigações, as reflexões e discussões subsidiaram a construção de conhecimentos e explicitou a não familiaridade dos professores com atividades de cunho exploratório e investigativo.


Texto completo:

PDF

Referências


CANAVARRO, A. P.; OLIVEIRA, H.; MENEZES, L. Práticas de ensino exploratório da matemática: o caso de Célia. Sociedade Portuguesa de Investigação em Educação Matemática, p. 155-166, 2012. Disponível em: http://repositorio.ul.pt/handle/10451/7041. Acesso em 01 jul. 2016.

MISHRA, P.; KOEHLER, J. Technological Pedagogical Content Knowledge: A Framework for Teacher Knowledge. Teachers College Record, v. 108, n.6, p. 1017-1054, 2006.

MURACA, F. S. Educação continuada do professor de Matemática: um contexto de problematização desenvolvido por meio de atividades explortório-investigativas envolvendo geometria espacial de posição. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática)-Universidade Bandeirante de São Paulo, 2011.193f.

PONTE, J.P. Investigar, ensinar e aprender. Actas do ProfMat, Lisboa, 2003, p. 25-39. Disponível em: http://www.ime.usp.br/~iole/GEN5711/Ponte,%20J.P.%20Investigar,%20Ensinar%20e%20aprender.pdf. Acesso em 01 jul. 2016.

SHULMAN, L. S. Those who understand: Knowledge growth in the teaching.

Educational Researcher, v. 15, n. 2, p. 4-14, 1986.

______. Knowledge and Teaching: Foundations of the New Reform. Harvard Educational Review, v. 57, n. 1, p. 1-23, 1987.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da Pesquisa-Ação. São Paulo:

Cortez,1985.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.