O lúdico como ferramenta de ensino na química orgânica no curso técnico em química do SENAI Jaraguá do Sul

Carlos Alfredo Alves Junior, Thaina Correa, Tatiana Comiotto

Resumo


O uso de materiais didático-pedagógicos como ferramenta de ensino tem se mostrado de grande valia para o trabalho de conteúdos que normalmente trazem dificuldade aos estudantes. A aplicação de jogos lúdicos permite que os alunos consigam assimilar o conhecimento sobre essa ciência. Neste trabalho, foi realizado um experimento com uma turma de um curso técnico em Química, em que os estudantes tiveram contato com nomenclatura de hidrocarbonetos. Os discentes participaram de uma dinâmica com um jogo didático-pedagógico, e seus conhecimentos foram medidos por meio de pré e pós-testes, sendo o último aplicado depois da atividade e uma semana após. Com os resultados coletados, verificou-se que houve uma melhora significativa na nota média da sala, de 74% após a atividade, e de quase 93% uma semana após, em comparação ao pré-teste. Com isso, foi possível perceber a eficácia da aplicação do jogo didático-pedagógico como uma ferramenta de ensino.


Texto completo:

PDF

Referências


BRANDÃO, FERREIRA, ALBUQUERQUE, LEAL (orgs.). Jogos de alfabetização. Recife, PE: Autêntica, 2008.

CHATEAU, J. O jogo e a Criança. Guido de Almeida. São Paulo. Summus, 1984, p. 84.

EICHLER, M.; DEL PINO, J. C. Carbópolis: um software para educação química. Química Nova na Escola. n. 11, 2000, p. 10-12. Disponível em: . Acesso em: 06 ago. 2011.

GIORDAN, M. O papel da experimentação no ensino de ciências. Química Nova na Escola. n. 10, p. 43-49, 1999.

GRANDO, Regina Célia. O jogo e a Matemática no contexto da sala de aula. São

Paulo: Paulus, 2004.

KISHIMOTO, M.T. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. São Paulo: Cortez. 5ºed., 2001.

MIZUKAMI, M. G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.

SAVIANI, D. Escola e democracia. 24. ed. São Paulo: Cortez, 1991.

SOUZA, J.; HARDT, T.; VICENTE, R. C. A.; MENESTRINA, T. C. Materiais didático-pedagógicos para o ensino de química: uma proposta lúdica através de jogos. Anais do IV CPEQUI, Curitba, 2015. 8 p.

SANTOS, A. P. B.; MICHEL, R. C. Vamos jogar uma SueQuímica? Química Nova na Escola. n. 31, p. 179-183, 2009.

SILVEIRA, R.S. BARONE, D.A.C. Jogos educativos computadorizados utilizando a abordagem de algoritmos genéticos. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de informática. Curso de Pós Graduação em Ciências da Computação, 1998.

SOARES, M. H. F. B. O lúdico em Química: jogos e atividades aplicados ao ensino de Química. Tese (Doutorado em Química) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2004.

SOARES, M. H. F. B.; CAVALHEIRO, E. T. G. O ludo como um jogo para discutir conceitos em termoquímica. Química Nova na Escola, n. 23, p. 27-31, 2006.

SOARES, M. H. F. B.; OKUMURA, F.; CAVALHEIRO, T. G. Proposta de um jogo didático para ensino do conceito de equilíbrio químico. Química Nova na Escola, n. 18, p. 13-17, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.