A Prática como Componente Curricular na Licenciatura em Matemática da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Sonner Arfux de Figueiredo, Nielce Meneguelo Lobo da Costa

Resumo


A proposta deste artigo é discutir parte de resultados de uma pesquisa de doutorado cujo objetivo foi compreender a integração da prática como componente curricular (PCC) em um curso de licenciatura em Matemática, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). A pesquisa qualitativa se fundamentou nas ideias de Shulman, nos conhecimentos para ensinar matemática apontada por Ball, Thames e Phelps (2008); na legislação sobre PCC. A metodologia da pesquisa foi o Design Based Research com características da Pesquisa-ação, desenvolvida em fases: documental; construção do processo formativo, aplicação em campo e, análise. Apresentamos e discutimos neste artigo o processo de integração da Pratica como Componente Curricular no curso de Licenciatura em Matemática, identificando princípios da prática presentes no Projeto Político Pedagógico, que nos permite discutir a proposta da Universidade para enfrentar o desafio de integrar a prática na formação inicial. Os resultados indicam que a Instituição se mostrou firme com o propósito de entender e compreender o seu real significado desta prática em um curso de licenciatura.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Resolução CNE/CP 02. Institui a duração e a carga horária dos cursos de Licenciatura, de graduação plena, de formação de professores da Educação Básica em nível superior. Brasília, 4 mar. 2002d. Seção 1, p. 9. 2002b.

_____. Parecer CNE/CP 09. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. 2001. Disponível em . Acesso em 20 fev. 2012. 2002.

_____. Resolução CNE/CP 01. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de Licenciatura, de graduação plena. Diário Oficial da União, Brasília, 9 abr. 2002. Seção 1, p.31. 2002a.

_______. Decreto n.º 2.208. Regulamenta o § 2o do art.36 e os arts. 39 a 42 da Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União. Brasília, 18 abr. 1997b.

FIGUEIREDO, S. A.; Formação inicial de professores e a integração da prática como componente curricular na disciplina de matemática elementar. Tese de Doutorado para a obtenção do título de Doutor em Educação Matemática. Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da Universidade Bandeirante de São Paulo. São Paulo: [s.n.]. 285 f. IL. 30 cm. São Paulo, 2015.

FIGUEIREDO, S. A., LOBO DA COSTA, N. M. Integralização da Prática como Componente Curricular na Licenciatura em Matemática da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. VII Colóquio Luso-Brasileiro de Currículo, anais. Braga, Portugal. 2014.

MATO GROSSO DO SUL. Resolução CEPE-UEMS Nº 357, de 25 de março de 2003. Aprova a sistemática de elaboração e reformulação dos Projetos Pedagógicos dos cursos de graduação da UEMS. 2003.

_____. UEMS-Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Projeto Político Pedagógico do Curso de Matemática Licenciatura. Dourados-MS. 2010.

SAVIANI, Nereide. Currículo: Um grande desafio para o professor. Revista de Educação, São Paulo,n.16, p. 35-38, 2003.

SHULMAN, Lee. Conocimento y enseñanza. Estudios públicos, 83. Centro de Estudios Públicos. Traduzido por Alberto Ide. Chile: Santiago. 1987.

SACRISTÁN, J. Gimeno. O Currículo: Uma reflexão sobre a prática. 3ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

VÁZQUEZ, Adolfo Sánchez. Filosofía da praxis. Trad. de Luiz Fernando Cardoso, 3ª ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra. 1977.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.