Reflexões de professores sobre a realização de tarefas exploratórias articulando Geometria e Funções no GeoGebra

Nielce Meneguelo Lobo da Costa, Willians Adriano de Oliveira, Lilian Moreira

Resumo


Este artigo é um recorte de uma pesquisa empreendida em um processo de formação continuada, no qual evidenciamos reflexões de professores advindas da análise de tarefas exploratórias, as quais articularam os conteúdos: Função Quadrática e Áreas de Figuras Planas com uso de tecnologia. Os processos reflexivos docentes, na acepção de Perrenoud constituíram o arcabouço teórico. A metodologia da pesquisa foi qualitativa, composta de três fases: (1) pesquisa documental e composição do processo formativo, (2) pesquisa de campo sobre o processo formativo, (3) análise dos dados e conclusões. Os dados foram coletados em campo por meio de questionário, observação participante e por gravações de áudio e vídeo. A análise foi interpretativa e utilizou indicações de Powell, Francisco e Maher para as análises dos vídeos. Discutimos uma tarefa exploratória, e as reflexões dos professores sobre as possibilidades para ensino. Os resultados indicaram reflexões dos professores sobre: a matemática envolvida nas tarefas exploratórias com à integração intramatemática pela articulação geometria e funções; às construções geométricas feitas que subsidiaram o desenvolvimento das tarefas; às ligações entre diversas representações de uma função, utilizando o GeoGebra e a covariação – no sentido de mudança conjunta – de diferentes registros semióticos, visíveis na geometria dinâmica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.