REVISÃO INTEGRATIVA DOS ESTUDOS DOUTORAIS SOBRE A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NO BRASIL NO PERÍODO DE 2008 A 2016

Priscila de Sousa Barbosa Castelo Branco

Resumo


O levantamento bibliográfico de uma investigação doutoral deve levar em conta o estado da arte da temática a ser estudada. Para o estudo da policy cycle approach de Ball & Bowe (1992) ampliado por Ball (1994) é necessário, encarar o debate da natureza complexa e controversa da política educacional, buscando os processos micropolíticos e a ação dos profissionais que estão nas arenas cotidianas, ou seja, as escolas e secretarias de educação. A política de educação especial brasileira busca uma perspectiva inclusiva que define a si mesma como aquela que visa a “educação para todos”, ao se questionar essa perspectiva inclusiva que a política diz ter, faz-se necessário olhar para um dos contextos em que ela se constitui, neste caso o contexto da prática. Para isto, realizou-se inicialmente um levantamento do estado da arte das teses produzidas sobre a política da educação especial no Brasil. A opção pelo recorte do período compreendido entre 2008 a 2016 deu-se por conta do período de análise da investigação doutoral. Optou-se como método de investigação por uma revisão integrativa dos estudos sobre a política de educação especial no Brasil - 2008 a 2016. Tal método proporciona uma síntese de conhecimento e incorporação da aplicabilidade de resultados significativos na prática. As análises partem de um levantamento no portal do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal- portal RCAAP, onde foi possível encontrar no período de 2008 a 2016, 208 teses disponíveis. O portal tem como objetivo a recolha, agregação e indexação dos conteúdos científicos em acesso aberto (ou acesso livre) existentes nos repositórios institucionais das entidades nacionais de ensino superior, e outras organizações de I&D (Portal RCAAP, 2017). Optou-se pelos marcadores “política” “educação especial” “educação básica” e que a pesquisa tenha se efetivado a partir do estudo do contexto da prática nos municípios brasileiros. O perfil das pesquisas deveria apontar trajetórias de investigação que se correlaciona a arena de atuação do desenvolvimento da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva desde sua implantação até a implementação, enfatizando as ações nos munícipios brasileiros. Com ajuda do portal RCAAP encontrou-se 16 estudos de tese de doutoramento realizados no período de 2008 a 2014. Apesar da opção pelo recorte de 2008 a 2016, não foi possível encontrar no portal utilizando os marcadores escolhidos até aqui neste levantamento de investigação doutoral estudos no nível de teses de doutoramento nos anos de 2015 e 2016. Por isso, esse levantamento se ampliará com a construção da escrita da tese. Quanto aos achados da revisão integrativa às pesquisas de Perez (2008), Carvalho (2008), Sousa (2008), Lima (2009), Oliveira (2009), Neres (2010), Santos (2012), Corrêa (2012), Barbosa (2012), Madureira (2012), Carniel (2013), Siems-Marcondes (2013), Machado (2013), Ropoli (2014), Viegas (2014) e Lago (2014) demonstram a necessidade no aprofundamento dos estudos sobre a abordagem do policy cycle approach e das arenas em que se desenvolve essa pedagogia inclusiva e que se demonstra muitas vezes invisível. 


Texto completo:

PDF

Referências


Ball, S.J. & Bowe, R. (1992). Subject departments and the “implementation” of National Curriculum policy: an overview of the issues. Journal of Curriculum Studies, London, v. 24, n. 2, p. 97-115.

Ball, S.J. (1994). Educational reform: a critical and post-structural approach. Buckingham: Open University Press.

Barbosa, Meiriene Cavalcante (2012). Do preferencial ao necessário: o atendimento educacional especializado na escola comum. Tese (Doutorado em Educação). Universidade de Campinas. Faculdade de Educação – FE. Disponível em: http://unicamp.sibi.usp.br/handle/SBURI/6291 Acesso: 16 jul 2017.

Carniel, Fagner. (2013). A invenção (pedagógica) da surdez: sobre a gestão estatal da educação especial na primeira década do século XXI. Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2013. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/107413 Acesso: 16 jul 2017.

Carvalho, Lia Raquel Pereira de Souza de. (2008). Escolarização inclusiva de alunos com necessidades educacionais especiais: um estudo de caso de um município paulista. 2008. 141 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências. Disponível em: . Acesso: 16 jul 2017.

Corrêa, Nesdete Mesquita. (2012). Salas de recursos multifuncionais e Plano de Ações Articuladas em Campo Grande – MS: análise dos indicadores. Programa de Pós-graduação em Educação (Campus de Campo Grande).

Lago, Danúsia Cardoso. (2014). Specialized Educational Service for students with intellectual disabilities based on co-teaching in two cities.. 2014. 270 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2931 Acesso: 16 jul 2017.

Lima, Solange Rodovalho. (2009). Escolarização da pessoa com deficiência intelectual : terminalidade específica e expectativas familiares. 2009. 181 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2009. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2858?show=full Acesso: 16 jul 2017.

Machado, Rosangela (2013). O atendimento educacional especializado (AEE) e sua repercussão na mudança das práticas pedagógicas, na perspectiva da educação inclusiva: um estudo sobre as escolas comuns da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis/SC. Tese (Doutorado em Educação). Universidade de Campinas. Disponível em: http://unicamp.sibi.usp.br/handle/SBURI/6156 Acesso: 16 jul 2017.

Madureira, Isabel Pizarro. (2012). Tornar-se professor de educação especial: uma abordagem biográfica. Tese de doutoramento, Educação (Formação de Professores), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2012. Disponível em: http://hdl.handle.net/10451/7316 Acesso: 16 jul 2017.

Neres, C. C. (2010). As instituições especializadas e o movimento da inclusão escolar: intenções e práticas. Tese de Doutorado, Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo. doi:10.11606/T.48.2010.tde-22042010-104213. Disponível em: www.teses.usp.br Acesso: 16 jul 2017.

Oliveira, Thereza Cristina Bastos Costa de (2009). A escrita do aluno surdo: interface entre a libras e a língua portuguesa. 329 f. Teses (Doutorado Programa de Pós-Graduação em Educação-PPGE). Universidade Federal da Bahia. Disponível em: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11066 Acesso: 16 jul 2017.

Perez, M. A. R. (2008). Educação especial em tempos de inclusão: política educacional e laços sociais. Tese de Doutorado, Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo. doi:10.11606/T.48.2008.tde-16062008-163825. Disponível em: http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5283 Acesso: 16 jul 2017.

Portal RCAAP. (2017). Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal. UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento, IP. FCCN - Fundação para a Computação Científica Nacional. Rede Ciência, tecnologia e Sociedade, RCTS - FCCN. Projeto financiado pelo POS_C - Programa Operacional Sociedade do Conhecimento e pela UMIC D.

Ropoli, E. A., & Mantoan, M. T. E. (2014). Formação de professores em atendimento educacional especializado (AEE): Aspectos políticos, tecnológicos e metodológicos de um curso de formação de professores na modalidade a distância. Tese (Doutorado em Educação). Universidade de Campinas. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254106 Acesso: 16 jul 2017.

Santos, Kátia Silva. (2012). A política de educação especial, a perspectiva inclusiva e a centralidade das salas de recursos multifuncionais: a tessitura na rede municipal de educação de Vitória da Conquista (BA). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/69920 Acesso: 16 jul 2017.

Siems-Marcondes, Maria Edith Romano. (2013). Educação especial em Roraima: história, política e memória. 2013. 359 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos. https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2910 Acesso: 16 jul 2017.

Sousa, Sônia Bertoni. (2008). Inclusão e aprendizagem do aluno com deficiência mental: expectativas dos professores.. 163 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/2850 Acesso: 16 jul 2017.

Viegas, Luciane Torezan. (2014). A reconfiguração da educação especial e os espaços de atendimento educacional especializado: análise da constituição de um centro de atendimento em Cachoeirinha/RS. Tese(Doutorado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/94752 Acesso: 16 jul 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.