Conhecendo o bairro e valorizando a sua história: uma prática pedagógica com o uso das tecnologias digitais

Bethina Döth, Marineusa Tillmann dos Santos

Resumo


Este trabalho apresenta o relato de experiência de um projeto pedagógico realizado com as turmas dos terceiros anos do Colégio Municipal de Indaial, localizado no munícipio de Indaial, Santa Catarina. O objetivo deste projeto foi criar uma atitude de pesquisador(a) nos estudantes através da leitura e análise de dados, informações da história local com suas características sociais, políticas, econômicas, culturais e religiosas. Para contribuir com este projeto, foram utilizadas as tecnologias digitais. A utilização da sala informatizada foi um importante recurso pedagógico para a inserção do estudante no mundo digital, isso quando utilizada de forma integrada ao currículo escolar, com base nos softwares educativos.


Texto completo:

PDF

Referências


Ahlberg, Janet e Allan. O carteiro chegou. São Paulo: Editora Schwarcz Ltda, 2007.

Almeida, Fernando José; Fonseca Júnior, Fernando M. Projetos e ambientes inovadores (2000). Série de Estudos. Educação a distância. Brasília: MEC, SEED.

Assmann, Hugo (1998). Metáforas novas para reencantar a educação: epistemologia e didática. 2ª edição. Piracicaba: UNIMEP.

Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica (2015). Diretoria de Currículos e Educação Integral. Base Nacional Comum Curricular (documento preliminar).

Bezerras, Holien G. Ensino de História: conteúdo e conceitos básicos. In.: Karnal, Leandro. (Org.). História na sala de aula: conceitos, práticas e propostas. São Paulo: contexto, 2003. p. 37-48.

Esteban, Maria Teresa.(org.) Práticas avaliativas e aprendizagens significativas: em

diferentes áreas do currículo. 8ª edição. Porto Alegre: Mediação, 2010.

Ferreira, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário da língua portuguesa. 5ª edição.

Curitiba: Positivo, 2010.

Indaial. Prefeitura Municipal de Indaial. Secretaria de Educação. Proposta Curricular para o Ensino Fundamental dos Anos Finais 6º ao 9º Ano Indaial, 2016.

Janer, Jade. O menino que colecionava lugares. 2 ed. Porto Alegre: Editora Mediação, 2016.

Jelin, E. Cidadania e Alteridade: o Reconhecimento da Pluralidade. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, nº 24, 1996.

Largura, Maria Cecília. Além dos arcos: histórias de quem ajudou a construir Indaial. Indaial: Fundação Indaialense de Cultura, 2016.

Moran, José. Ensino e aprendizagem inovadores com tecnologias audiovisuais e telemáticas, In: Moran, J., Masetto, M. e Behrens, M. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas, SP: Papirus, 2000.

Rocha, Ruth. A rua do Marcelo. 1ª ed. São Paulo: Editora Moderna, 2011.

Rocha, Ruth. O bairro do Marcelo. 1ª ed. São Paulo: Editora Moderna, 2011.

Santos, Anderson Luz dos. Indayal - da Colonização à Emancipação. Indaial: Editora ASSELVI, 2010.

Silva, Marco. Sala de aula invertida. 4ª edição. São Paulo: Quartet, 2006.

Silva, A. A. & Passerino, L. M. “A Fazenda Software Educativo para a Educação Ambiental”. In: Revista Novas Tecnologias na Educação, CINTED-UFRGS - V. 5 Nº 2, Dezembro, Porto Alegre – RS, 2007.

Souza. A.C.M. Os parceiros do rio bonito. São Paulo: Duas Cidades 1987.

Tuan, Yi- Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. Tradução: Lívia de Oliveira. São Paulo: Difel, 1983, 250p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.