O VOLUNTARIADO COMO ALTERNATIVA DO ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL: O PAPEL DA UNIVERSIDADE

Deise Baixo Duarte Furtado, Ceili Borba Furtado, Heitor Luiz Furtado, Maira Naman

Resumo


O trabalho voluntário é um tema discutido internacionalmente pelos benefícios promovidos tanto para quem exerce como para quem recebe a atividade voluntária. No Brasil, estudos com idosos consideram o trabalho voluntário como uma alternativa para a promoção de saúde e como um instrumento para alcançarem o envelhecimento ativo. Este artigo tem por objetivo apresentar o programa de voluntariado vinculado ao projeto de extensão “Núcleo de lazer com base cultural” (NLBC), como facilitador do exercício do trabalho voluntário e consequente alternativa de promoção do envelhecimento saudável. Este projeto teve seu início em 2005 com o propósito de produzir artigos de arte educação com materiais reciclados. A grande demanda de produção fez com que a coordenadora sensibilizasse alunos, de um curso voltado a terceira idade, para a atuação voluntária no projeto, fato que aumentaria a produção dos materiais e proporcionaria a socialização do grupo em horário contrário as aulas. A princípio o foco estava nos materiais que chegavam e deveriam ser analisados, nas necessidades das entidades, e no que era produzido. Em pouco tempo, percebeu-se que a gratificação da entidade beneficiada pelo projeto era compatível ao nível de satisfação de quem doava seu tempo para produzi-lo. Medidas como o voluntariado, que ajudem as pessoas a se manterem saudáveis e ativas no processo de envelhecimento precisam ser implementadas e fomentadas como uma necessidade emergente para aumentar a expectativa de uma vida saudável e com qualidade.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais



Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, Brasil. ISSN 2594-6412 (eletrônico)