FLUXO DE MATERIAIS ODONTO-MÉDICO-HOSPITALARES DURANTE O SEU PROCESSAMENTO EM UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

Rosana Amora Ascari, Olvani Martins da Silva, Linus de Azevedo Júnior, Leila Jussara Berlet, Cintia Maldaner, Scheila Mai

Resumo


A esterilização é o processo que promove a eliminação ou destruição de todas as formas de micro-organismos patógenos presentes. Desta forma o presente estudo aborda sobre o fluxo dos materiais odonto-médico-hospitalares no Centro de Material e Esterilização em Unidades Básicas de Saúde, do Município de Chapecó-SC, tendo como parâmetro as recomendações da Resolução de Diretoria Colegiada nº 50 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. O objetivo foi conhecer o fluxo de materiais na Central de Materiais e Esterilização nas Unidades Básicas de Saúde no município de Chapecó. Este estudo se caracterizou como uma pesquisa de campo, quanti-qualitativa e descritiva. Verificou-se uma carência quanto ao fluxo de materiais na área destinada a esterilização de materiais e ausência de barreira entre a área suja e área limpa. Das unidades pesquisadas todas utilizavam estufas e/ou autoclaves para o processo de esterilização e em apenas 8% da amostra o fluxo de materiais seguem as recomendações do órgão fiscalizador e regulamentador. Conclui-se que grande parte das UBS não está adequada ao fluxo correto dos materiais nas áreas destinadas à esterilização de matérias, principalmente pela estrutura física inadequada e pela falta de capacitação dos profissionais envolvidos no processo de esterilização atuantes junto ao Município, o que reforça a necessidade de educação continuada

Texto completo:

PDF




Direitos autorais



Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, Brasil. ISSN 2594-6412 (eletrônico)