LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA - LEDI: UMA EXPERIÊNCIA DE INCLUSÃO

Solange Cristina da Silva, Rose Cler Estivalete Beche

Resumo


Este artigo refere-se ao relato de uma experiência de extensão articulada com a pesquisa e o ensino, do Centro de Educação a Distância-CEAD da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, ao constituir o LEdI – Laboratório de Educação Inclusiva. O LEdI é um projeto de extensão que iniciou-se com a configuração de um espaço promotor e centralizador das ações no atendimento das especificidades dos acadêmicos surdos e cegos do Curso de Pedagogia a Distância do CEAD com vistas à adaptação em Braille, ampliação de materiais e a oferta da LIBRAS para o acesso desses discentes visando a construção de uma acessibilidade arquitetônica e atitudinal. A partir do segundo ano do Curso, ampliou suas ações, objetivando produzir interfaces com diversos grupos de pesquisa, núcleos da UDESC e entidades que atuam no desenvolvimento tecnológico, na promoção de conhecimentos referentes a inclusão social das pessoas com necessidades educacionais, bem como na implementação de políticas de ação afirmativa, articulando os três eixos norteadores das ações pedagógicas: pesquisa, ensino e extensão. Essas ações se modificam ano a ano, tendo como eixos principais: Formação de Professores e Educação Sexual; Educação Inclusiva; Arte e Inclusão; Educação de Surdos e Educação para o Desenvolvimento Sustentável. Essas ações são voltadas para acadêmicos, profissionais da educação e comunidade, contribuindo para a construção de uma sociedade inclusiva

Texto completo:

PDF




Direitos autorais



Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, Brasil. ISSN 2594-6412 (eletrônico)