PROMOVENDO A SAÚDE NA ALDEIA DA CRIANÇA: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA MULTIDISCIPLINAR

Rosilda Aparecida Kovaliczn, Cristina Berger Fadel, Olívia Mara Savi Busch, Ivana Freitas Barbola

Resumo


Cientes do papel formador e da responsabilidade social das instituições de ensino superior junto às comunidades locais, desenvolveu-se este projeto de extensão. Como objetivos específicos destacam-se a investigação de enteroparasitos, a realização de busca ativa dos casos de pediculose, escabiose e tungíase em crianças, e a execução de práticas educativas e preventivas acerca de questões de saúde corporal, bucal e do ambiente. Colaboraram com o projeto 44 acadêmicos dos Cursos de Bacharelado em Enfermagem e seis acadêmicos do Curso de Odontologia, distribuídos em diferentes grupos de trabalhos, além de técnicos e professores supervisores da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Como resultados pode-se observar a incidência de parasitos intestinais em 42% das crianças e a ocorrência de ectoparasitos. Notou-se ainda uma grande participação e aceitação infantil frente às atividades educativas propostas e a satisfação dos acadêmicos em integrarem o projeto. Conclui-se serem as ações extensionistas estratégias viáveis e facilitadoras das ações de promoção de saúde, integrando universidade e comunidade.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais



Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, Brasil. ISSN 2594-6412 (eletrônico)