CONFECÇÃO DE UTENSÍLIOS DE CERÂMICA COM CONHECIMENTOS DE SOLOS

Osilene da Nóbrega Pereira Osilene Nóbrega, Rivaldo Vital dos Santos Rivaldo Santos, José Aminhas de Farias jr. Aminthas Farias, Jacob Silva Souto Jacob Souto, Shirley Tavares Nunes Shirley Nunes

Resumo


No semi-árido paraibano a atividade cerâmica é desenvolvida de uma forma empírica, herdada de gerações passadas. Os solos utilizados na arte de cerâmica apresentam qualidade diferenciada, dependendo do local onde foi coletado, fato que influi na qualidade do produto final. Há uma necessidade de identificar as características do solo que influem na confecção das peças cerâmicas, principalmente alguns atributos físicos e químicos do solo. O presente trabalho teve como objetivo incentivar o estudante a conhecer sobre arte cerâmica, avaliando o impacto dos atributos do solo na qualidade do produto cerâmico. A coleta do solo foi realizada em três diferentes municípios do semi-árido paraibano: Patos, Santa Lúzia e São José de Espinharas, em locais que forneciam matéria-prima para cerâmica. Os solos foram coletados de acordo com a orientação dos ceramistas. Foram realizadas análises físicas e químicas do solo coletado. Após serem analisados os solos coletados foram repassado a um dos ceramistas, que confecciou 4 dos seus principais produtos de cada solo coletado, totalizando 12 objetos. A granulometria e a cor do solo influenciaram no produto final. Não se constatou influência dos atributos químicos. A qualidade das peças cerâmicas obedeceu a seqüência: São José de Espinharas > Santa Luzia > Patos.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais



Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, Brasil. ISSN 2594-6412 (eletrônico) Indexada REDIB http://www.redib.org/