ATENÇÃO Á SAÚDE DO HOMEM NA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA SALOBRINHO II

Meire Nubia Santos de Santana, Eliana Santos Goldman Pinto, Regina Lúcia de Almeida Lino Vieira, Geferson André da Silva Costa, Leonam Sodré Santana, Melchisedeck Lemos Nascimento, Priscila Sousa Silva, Tainan Lopes Seara

Resumo


A Atenção à Saúde do Homem constitui um foco atual de discussão no Sistema Único de Saúde. Compreende-se que por meio de um atendimento integral à saúde desta população, seja possível reduzir o número de agravos e problemas de saúde em faixas etárias mais elevadas e entre os mais jovens, além de proporcionar melhorqualidade de vida para o homem e sua família.Entretanto, admite-se que a adesão da população masculina aos serviços de saúde seja, comparativamente, inferior à observada em parcelas de outros grupos populacionais e muito aquém das reais necessidades que os homens demandam. Esse trabalho constitui-se de uma pesquisa qualitativa realizada no bairro do Salobrinho na população adscritaà Unidade de Saúde da Família Salobrinho II, no município de Ilhéus, no período de janeiro a março de 2013. Foram coletadas informações relativas ao ponto de vista quanto ao adoecimento, qualidade do serviço, fatores que favorecem a adesão, dentre outros, para permitir umaposterior adaptação do serviço às expectativas do homem quanto aos serviços de saúde prestados. Espera-se que esta reflexão seja transformada em melhorias para atendimento dos homens que constituem a clientela do Salobrinho, ao mesmo tempo em que torne possível compartilhar experiências no tocante ao serviço de saúde prestado à população masculina e às comunidades carentes dos bairros periféricos.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL, Ministério da Saúde. Portaria nº 1944 de 27 de agosto de 2009.

BURILLE, Andréia; GERHARDT, Tatiana Engel. Conexões entre homens e saúde: discutindo algumas arranhaduras da masculinidade.AtheneaDigital - 13(2): (2013) 259-266 (julio 2013) - CARPETA,2013.

CÂMARA,A.M.C.S; MELO, V.L.C.;GOMES, M.G. P.; PENA, B.C.; SILVA, A.P.; OLIVEIRA, K. M. de; MORAES, A.P.S; COELHO, G.R.; VICTORINO, L. R. Percepção do processo saúde-doença:Significados e valores da educação em saúde .Revista Brasileirade Educação Médica 36 (1 Supl. 1) : 40 – 50 ; 2012

CHAKORA, E.S. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem.Esc Anna Nery 2014;18(4):559-561. Disponívelem: < http://www.scielo.br/pdf/ean/v18n4/1414-8145-ean-18-04-0559.pdf >Acesso em:11 jan 2018.

GARUZI M, ACHITTI MCO, SATO CA, ROCHA SA, SPAGNUOLO RS. AcolhimentonaEstratégiaSaúde da Família: revisãointegrativa. RevistaPanamSalud Publica. 2014;35(2):144–9. Disponívelem: Acessoem: 11 jan 2018.

GOMIDE, M.F.S; PINTO, I.C; FIGUEIREDO, L.A. Acessibilidade e demandaemumaUnidade de Pronto Atendimento: perspectiva do usuário. Acta Paul Enferm. 2012;25(Número Especial 2):19-25.

GONÇALVES, H.A. Manual de Metodologia da Pesquisa Científica. 2ed. São Paulo: Avercamp, 2014 168p.

HARDMAN, M. N.; SOBRAL, H. C. T.; SILVA, A.M.L.; SOUZA, G.B.S.S.; FREITAS, M.M.; SILVA,B.T.O. Promoção e prevenção de saúde do homem.Interfaces Científicas - Saúde e Ambiente.Aracaju,v.2,n.,p. 95-10.Out. 2013.Disponível em: Acesso: out 2017.

LEAVEL H,Clark EG. MedicinaPreventiva. São Paulo, McGraw-Hill, 1976. IN ROUQUAYROL, Maria Zélia. ALMEIDA FILHO, Naomar. Epidemiologia e Saúde. Medsi, 7ª ed. São Paulo, 2013.

LEVORATO,C.C.; MELLO,L.M.; SILVA,A.S.;NUNES,A.A.Fatores associados àprocura por serviços de saúde numa perspectiva relacional de gênero.Ciência & Saúde Coletiva, 19(4):1263-1274,2014. Disponível em: Acesso em:14 jan 2018.

MOURA,E.C.; SANTOS,W.; NEVES,A.C.M.;GOMES,R.;SCHWARZ,E.Atenção à saúde dos homens no âmbito da EstratégiaSaúde da Família. Ciência&SaúdeColetiva, 19(2):429-438, 2014. Disponívelem:< http:// www.scielo.br/pdf/csc/v19n2/1413-8123-csc-19-02-00429.pdf. Acesso em:11 jan 2018.

NEVES, A.C.S; KHOURY, H.T.T.Percepção de controle e qualidade de vida: comparação entre idososinstitucionalizados e nãoinstitucionalizados. RevistaBrasileirade GeriatriaGerontologia., Rio de Janeiro, 2014; 17(3):553-565).

PASCHOAL, S. M. P. Qualidade de vida na velhice. In: FREITAS, E.V. Tratado de geriatria e gerontologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

SAMPAIO, C.A; CARVALHO, M.F; BRITO, L.C, GONÇALVES, D.V.C.Percepção sobre o adoecimento entre estudantes de cursos da área da saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, 39 (1): 102 – 111; 2015.

ROUQUAYROL, M.Z. ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia e saúde. Medsi, 7ª ed. São Paulo, 2013.

RIBEIRO,C.R.;GOMES,R.;MOREIRA,M.C.N.; Encontros e desencontros entre a saúde do homem, a promoção da paternidade participativa e a saúde sexual e reprodutiva na atenção básica.Physis Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro,27[1]:41-60, 2017.Disponível em: Acesso em: 16 jan 2018.

SONTAG, S. S686d A doença como metáfora / Susan Sontag;tradução de Márcio Ramalho. — Rio de Janeiro: Edições Graal, 1984. (Coleção Tendências; v. n. 6)Tradução de: Illness as metaphor. 1.Ensaios estadunidenses I. Título II. Série






Direitos autorais 2018 Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, Brasil. ISSN 2594-6412 (eletrônico)