A EXTENSÃO COMO ESPAÇO PARA APLICAÇÃO DE METODOLOGIAS ATIVAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO DO ESTUDANTE DE MEDICINA

TATIANA PASCHOALETTE RODRIGUES BACHUR, JÉSSICA SILVA LANNES, ALLYSSON WOSLEY SOUSA LIMA, ALANNA DOS SANTOS DELFINO, THAIS CAMPELO BEDÊ VALE, EDITE CARVALHO MACHADO, LETÍCIA RAMOS VIEIRA, GISELE NOGUEIRA BEZERRA

Resumo


Esse estudo é um relato de experiência de acadêmicos do curso de graduação em Medicina da Universidade Estadual do Ceará (UECE) acerca da vivência do projeto de extensão universitária Reanimação Cardiopulmonar (RCP) para Todos, um projeto educativo teórico-prático que promove conhecimento para comunidade e para os acadêmicos da Liga Acadêmica de Cardiologia (LICARDIO) do curso de Medicina da UECE. Esse projeto tem como objetivo capacitar a comunidade para socorrer adequadamente as vítimas de Parada Cardiorrespiratória (PCR), com o intuito de aumentar a sobrevida desses indivíduos e consta com duas etapas de aprendizado. Inicialmente são realizadas capacitações internas com os membros da LICARDIO por meio de seminários teóricos ministrados pelos próprios acadêmicos. A partir disso, são realizadas as intervenções do projeto de extensão com a comunidade. Nessas intervenções, são iniciadas as capacitações com o público por meio de exposição oral sobre a PCR, após a teoria é iniciado o treinamento prático de simulação da PCR com manequins próprios para a atividade de RCP. As atividades de educação em saúde que compõem o projeto impactam diretamente na sobrevida de pacientes vítimas de PCR se mostrou também um rico campo de práticas nos moldes das metodologias ativas em que o discente assume a posição principal na busca e formação do conhecimento. Conhecimento esse não alheio à realidade que o cerca, mas que dialoga e troca com a mesma no sentido de formar profissionais que saibam responder às demandas da sociedade e que compreendem o processo saúde-doença como um complexo sistema de variáveis sociais, ambientais e biológicas.
Palavras-chave: Metodologias Ativas. Reanimação Cardiopulmonar. Parada Cardiorrespiratória

Palavras-chave


Metodologias Ativas; Reanimação Cardiopulmonar; Parada Cardiorrespiratória

Texto completo:

PDF

Referências


BERBEL, Neusi Aparecida Navas. A problematização e a aprendizagem baseada em problemas: diferentes termos ou diferentes caminhos?. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, v. 2, p. 139-154, 1998. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-32831998000100008&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 10 mai. 2018.

BORDENAVE, J. D.; PEREIRA, A. M. Estratégias de ensino-aprendizagem. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 1982. Disponível em: https://www.uc.pt/fmuc/gabineteeducacaomedica/recursoseducare/livro17. Acesso em: 10 mai. 2018.

BRASIL. Ms/svs/cgiae - Sistema de Informações Sobre Mortalidade - Sim. Ministério da Saúde (Org.). Óbitos p/Ocorrência segundo Causa - CID-BR-10 Período: 2015-2016. Disponível em: http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php?area=0205&id=6937. Acesso em: 08 mai. 2018.

DEUFEL, CAMILA et al. A extensão como proposta de metodologia ativa de ensino-aprendizagem na Formação profissional: problematizações da experiência no projeto Semear Amigos. Anais do Salão de Ensino e de Extensão, p. 100. 2014. Disponível em: http://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/salao_ensino_extensao/article/view/12495. Acesso em: 07 mai. 2018.

GONZALEZ, Maria Margarita et al. I Diretriz de ressuscitação cardiopulmonar e cuidados cardiovasculares de emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 101, n. 2, p. 1-221, 2013. Disponível em: http://publicacoes.cardiol.br/consenso/2013/Diretriz_Emergencia.pdf. Acesso em: 07 mai. 2018.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática docente. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

LUCIANO, Paula Menezes et al. Suporte básico de vida / Basic life support. Sociedade de Cardiologia Estado de São Paulo, São Paulo, p.230-238, jun. 2010.

MORAIS, Daniela Aparecida; CARVALHO, Daclé Vilma; DOS REIS CORREA, Allana. Parada cardíaca extra-hospitalar: fatores determinantes da sobrevida imediata após manobras de ressuscitação cardiopulmonar. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 22, n. 4, 2014. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rlae/article/view/86649/89633. Acesso em: 09 mai de 2018.

PAZIN-FILHO, Antônio et al. PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA (PCR). Medicina (Ribeirão Preto), [s.l.], v. 36, n. 2/4, p.163-178, 30 dez. 2003. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/543. Acesso em: 06 mai. 2018.

PERGOLA, Aline Maino; ARAUJO, Izilda Esmenia Muglia. O leigo e o suporte básico de vida. Revista da Escola de Enfermagem da Usp, [s.l.], v. 43, n. 2, p.335-342, jun. 2009. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/reeusp/article/view/40363. Acesso em: 10 mai 2018.






Direitos autorais 2018 Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, Brasil. ISSN 2594-6412 (eletrônico)