PROJETO DE EXTENSÃO PIRILAMPOS: Contação de histórias com fantoches

Ana Cláudia de Oliveira Freitas, Iolândia da Silva Santos Araújo

Resumo


Trata-se de um relato de experiência acerca das vivências e atividades desenvolvidas pela equipe do Projeto de extensão do Teatro de Fantoches Pirilampos ligado à Biblioteca e ao CEPAC (Centro de extensão e pesquisa artístico cultural) do Departamento de Educação Campus XII/ UNEB ao longo de seus 05 anos de existência. O projeto surge por acreditar que através da contação de histórias com utilização de fantoches, além de proporcionar momentos movidos à fantasia, imaginação e arte, poderá despertar nas crianças o interesse pela leitura a partir de histórias diversas. Tem como público alvo alunos da rede municipal de ensino e privada da cidade de Guanambi-BA. Para execução do Projeto, foram selecionados graduandos do Curso de Pedagogia para atuarem como monitores, ressalvando que a seleção é aberta para discentes de todos os cursos. Os discentes foram, posteriormente, capacitados para manipular os bonecos bem como conduzir o show à frente do teatro, sendo importantes para futura atuação enquanto profissionais da educação. As atividades foram desenvolvidas tanto no espaço da Universidade quanto em escolas municipais, concentrando a maior parte no Campus XII, com vistas a oportunizar as crianças conhecerem o ambiente acadêmico. Em atendimento a 18 escolas, foram realizados 20 shows, contando com um público de 2.654 crianças. Acredita-se que esta atividade extensionista vem atingindo seu objetivo, pois além de resgatar a arte de contar histórias de forma contextualizada e lúdica, a Universidade cumpre parte de seu papel social com a comunidade.

Palavras-chave: Contação de histórias; Criança; Extensão; Escola

Palavras-chave


Educação; Artes

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: Gostosuras e bobices. 2.ed. São Paulo: Scipione, 1991.

COELHO, Betty. Contar histórias: uma arte sem idade. 2.ed. São Paulo: Ática, 1989.

JOLIBERT, Josette (org.). Formando crianças leitoras V.1. Porto Alegre: Artmed, 1994.

MARTINS, Maria Helena. O que é leitura. 19.ed. São Paulo: Brasiliense, 2007.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA. Manifesto da IFLA/UNESCO sobre as Bibliotecas Públicas 1994. Disponível em: http://snbp.culturadigital.br/manifestos/manifesto-da-unesco-sobre-bibliotecas-publicas/. Acesso em: 01 abr. 2018.

PRANDI, Reginaldo. Xangô, o trovão: outras histórias dos deuses africanos que vieram ao Brasil com os escravos. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.






Direitos autorais 2018 Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.