PROJETO DE EXTENSÃO “SAMU NAS ESCOLAS” – UMA ESTRATÉGIA PEDAGÓGICA PARA REDUÇÃO DOS TROTES EM SENHOR DO BONFIM, BAHIA.

Agnete Troelsen Pereira, EVERTON PAULINO DOS SANTOS, PAULO SÉRGIO PEREIRA DE SOUZA, RUAN CARLOS DIAS SANTOS

Resumo


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência tem como finalidade prestar socorro em casos de emergência. Por sua vez, está sujeito a um alto índice de trotes que acarretam vários prejuízos à comunidade. Outra dificuldade que o serviço enfrenta é a falta de conhecimento da população sobre os primeiros socorros. Nesse sentido, o projeto de extensão “SAMU nas Escolas” foi implantado em 2014 no município de Senhor do Bonfim – BA por docentes e discentes de Enfermagem da Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Busca reduzir o número dos trotes realizados para o SAMU de Senhor do Bonfim e capacitar os professores. Foram utilizados recursos lúdicos como peça teatral, além de capacitações teórico práticas para os docentes sobre primeiros socorros. Evidencia que a educação continuada no espaço escolar interfere positivamente na perspectiva de formação intelectual, social e cidadã dos estudantes e docentes, no que se refere a sua postura enquanto indivíduos. A atuação do projeto no espaço escolar é de extrema importância para a modificação do atual cenário social, uma vez que é na escola que se constrói parte da identidade sobre ser e pertencer ao mundo e se adquire os princípios éticos e morais que permeiam a sociedade.

Palavras-chave


Educação em Saúde; Crianças; Enfermagem; Serviços Médicos de Emergência

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, FP; CASIMIRO, LCSR. A importância dos projetos de extensão universitária na formação de cidadãos leitores. Disponível em: http://www.unirio.br/cch/eb/enebd/Comunicacao_Oral/eixo1/AIMPORTANCIADOS.pdf. Acesso em: 16 novembro 2010.

BRASIL. Portaria Nº 1.863/GM de 29 de setembro de 2003. Disponível em: http://www.cremesp.org.br/library/modulos/legislacao/versao_impressao.php?id=3232.Acesso em: 16 novembro 2010.

BRASIL. Portaria Nº 1.864/GM, de 29 de setembro de 2003. Disponível em: http://www.cremesp.org.br/library/modulos/legislacao/versaoimpressao.php?id=3232. Acesso em 16 novembro 2010.

BRASIL. Ministério da saúde. Temas de Interesse: Saúde Pública. Saúde na mídia – relatório de imprensa. Brasília. 2014. Disponível em: http://u.saude.gov.br/images/pdf/2014/julho/15/clipping-15072014.pdf.

Acesso em: 10 março 2015

Committee on Trauma of the American College of Surgeons Bull Am CollSurg; Hospital and prehospital resources for optimal care of the injured patient. v.71, n.4, p.4-23, 1986.

LEAL, F. Trotes para os serviços de emergência poderão ser punidos. 2012. Disponível em: http://www.al.mt.gov.br/hot_deputados/detalhes.php?id=33150&cod_parlamentar=21 .

Acesso em: 10 julho 2015.

LERVOLINO, S.A.; PELICIONI, M.C.F. Capacitação de professores para a promoção e educação em saúde na escola: relato de uma experiência. Rev. Bras. Cresc. Desenv. Hum. São Paulo, v.15, n.2, p. 99-110, 2005.

MINAYO, M. C. S.; DESLANDES, S. F. Análise da implantação do sistema de atendimento pré-hospitalar móvel em cinco capitais brasileiras. Cad. Saúde Pública. Rio de Janeiro, v.24, n.8, p. 1877-1886,2008.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. 40% das ligações ao SAMU são trotes. Site TERRA. 2008. Disponível em:

http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI2591311-EI306,00-Ministerio+das+ligacoes+ao+Samu+sao+trotes.html.

Acesso em: 10 julho 2008.

SALOMÃO, HAS; MARTINI, M; JORDÃO, APM. A importância do lúdico na educação infantil enfocando a brincadeira e as situações de ensino não direcionado. Portal de Psicologia. 2007. Disponível em: http://www.psicologia.pt/artigos/textos/A0358.pdf .

Acesso: 01 março 2009.

SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA (SAMU). JUSBRASIL. Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/topicos/27452702/servico-de-atendimento-movel-de-urgencia-samu.

Acesso: 01 julho 2015.

SERVIÇO DO SAMU 192. Portal Saúde. 2009. Disponível em: http://samu192.com.br/index.php?i=1.

Acesso em: 05 julho de 2015.

SILVA, L.D. et al. O enfermeiro e a educação em saúde: um estudo bibliográfico. Rev. Enferm. UFSM. v. 2, n.2, p. 412-419. 2012.






Direitos autorais 2018 Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, Brasil. ISSN 2594-6412 (eletrônico)