MARIA MARTINS: (DES)FIGURAÇÕES DA FORMA

Tais Canfild da Silva

Resumo


O presente artigo trata da escultora brasileira Maria Martins, que desenvolveu
sua carreira com participação no movimento de vanguarda surrealista, e das
transformações que o trabalho da artista experimentou a partir do ano de 1943. Essas mudanças acarretaram numa gradual deformação da forma nas suas esculturas, que, mesmo se mantendo figurativas, alteraram-se de forma mais subjetiva na representação da figura humana.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Tais Canfild da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

---- Revista Ciclos ---- Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais - PPGAV ---- Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC ---

 Av. Madre Benvenuta, 1907, Bairro Itacorubi ---Florianópolis, SC --- CEP 88.035-001