desCOLONIZAR BIOGEOGRAFIAS – ESTÉTICA BUGRESCA COMO OPÇÃO DESCOLONIAL DA ARTE

Marcos Antônio Bessa Oliveira

Resumo


O Projeto Moderno europeu continua sendo desenvolvido na arte brasileira. Na
atualidade teorias/teóricos tratam as produções artísticas brasileiras aplicando conceitos importados dos “centros no ocidente”. Corpos biogeográficos da arte brasileira são pensados como corpos nórdicos e norte-americanos. Este trabalho quer discutir, como proposta descolonial, uma opção outra de estética que oportunize descolonizar corpos artísticos biogeográficos periféricos para priorizar a cultura do ser, saber e sentir sensíveis na arte.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Marcos Antônio Bessa Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

---- Revista Ciclos ---- Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais - PPGAV ---- Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC ---

 Av. Madre Benvenuta, 1907, Bairro Itacorubi ---Florianópolis, SC --- CEP 88.035-001