Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Revista de Ciências Agroveterinárias (ISSN 2238-1171) destina-se à publicação de trabalhos técnico-científicos originais, inéditos, resultantes de pesquisas em Ciências Agrárias e Veterinárias e suas áreas correlatas.

MISSÃO

O objetivo da revista é publicar artigos de pesquisa, notas de pesquisa e artigos de revisão, revisados por pares, que contribuam significativamente para a divulgação e a socialização do conhecimento científico, sendo enviada às Bibliotecas de entidades nacionais de ensino e pesquisa que desenvolvem atividades científicas com plantas, animais e organismos relacionados.

 

Políticas de Seção

Ciência de Plantas e Produtos Derivados

A seção de Ciência de Plantas e Produtos Derivados inclui a publicação de Artigos de Pesquisa, Notas de Pesquisa e Artigos de Revisão sobre plantas e produtos derivados e a influência direta de fatores abióticos e bióticos sobre seu desenvolvimento e sua produção. As áreas prioritárias da revista são Agronomia e Engenharia Florestal.

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Ciência de Animais e Produtos Derivados

A seção de Ciência de Animais e Produtos Derivados inclui a publicação de Artigos de Pesquisa, Notas de Pesquisa e Artigos de Revisão sobre animais e produtos derivados e a influência direta de fatores abióticos e bióticos sobre seu desenvolvimento e sua produção. As áreas prioritárias da revista são Medicina Veterinária e Zootecnia.

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Ciência do Solo e do Ambiente

A seção de Ciência do Solo e do Ambiente inclui a publicação de Artigos de Pesquisa, Notas de Pesquisa e Artigos de Revisão sobre solos, processos e propriedades dos solos, conservação do solo e recursos ambientais. As áreas prioritárias da revista são Solos Agrícolas e Florestais e Recursos Naturais.

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Multiseções e Áreas Correlatas

A seção de Multiseções ou Áreas Correlatas inclui a publicação de Artigos de Pesquisa, Notas de Pesquisa e Artigos de Revisão (i) em que se realizam estudos envolvendo objetos de seções distintas da revista ou (ii) cujo objeto não está diretamente relacionado com plantas e animais (ou que o foco principal não seja plantas e animais), mas com fatores abióticos e bióticos que se relacionam com esses organismos (por exemplo, estudos da biologia de insetos, fungos e nematoides, estudos de regulagem de máquinas agrícolas, estudos de tecnologia de aplicação de agrotóxicos, estudos de avaliação de métodos e metodologias etc.). As áreas prioritárias da revista são Agronomia, Medicina Veterinária, Engenharia Florestal, Zootecnia e Engenharia Ambiental.

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os manuscritos submetidos a esta revista são avaliados em três etapas: (i) Adequação da submissão, (ii) Qualidade do trabalho e (iii) Avaliação cega pelos pares.

Na primeira etapa avalia-se a adequação da submissão sob aspectos técnicos e normativos, tais como: (i) Escopo, (ii) Interesse da revista no assunto, (iii) Seção da revista, (iv) Tipo de artigo e (v) Normas. Esta avaliação é realizada pelo editor-chefe ou outro membro do corpo editorial.

Na segunda etapa avalia-se a qualidade do artigo sob aspectos técnicos e científicos, tais como (i) Novidade da conclusão, (ii) Abordagem científica e (iii) Atualização da revisão de literatura. Esta avaliação é realizada pelo editor de seção responsável pelo processo de avaliação do manuscrito.

Na terceira etapa é procedida a avaliação do mérito e da qualidade do trabalho sob aspectos técnicos e científicos, tais como (i) Originalidade e consistência da conclusão, (ii) Fundamentação lógica do problema, (iii) Clareza e originalidade do objetivo, (iv) Coerência e precisão da metodologia, (v) Contribuição significativa dos resultados, (vi) Clareza e objetividade lógica da discussão, fundamentada na literatura, (vii) Qualidade das tabelas e figuras e (viii) Adequação do título, do resumo e das palavras-chave, entre outros aspectos. Esta avaliação é realizada por pelo menos dois avaliadores externos.

Submissões inadequadas são arquivadas antes da avaliação por pares.

Somente serão aceitas para publicação as submissões que apresentarem unanimidade na decisão/recomendação pelos pares de revisores.

GARANTIA DE AVALIAÇÃO CEGA

Não deve ser informado o nome do(s) autor(es) no manuscrito.

Os autores devem excluir informações pessoais do arquivo que contém o manuscrito.

A revista não revela a identidade do(s) autor(es) aos Consultores Ad hoc (avaliadores).

 

Periodicidade

A partir de 2017, os artigos são publicados trimestralmente (até março, junho, setembro e dezembro).

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Ética e Prática de Má Conduta de Publicação

A Revista de Ciências Agroveterinárias (Revista de Ciências Agroveterinárias) é construída de acordo com o modelo Elsevier, com base nas diretrizes do Código de Conduta da Comissão de Ética em Publicações (COPE) disponíveis em www.publicationethics.org.

O ato de publicar um artigo revisado por pares é responsabilidade de todas as partes envolvidas no mesmo (editor, editores, autores e revisores), de modo que o desenvolvimento de uma rede coerente e respeitada de conhecimento é essencial e é um reflexo direto da qualidade de Trabalho de todas as partes.

RESPONSABILIDADES DA REVISTA

Autonomia de decisões editoriais, de forma que publicidade, reimpressão ou outras receitas comerciais não têm impacto ou influência nas decisões editoriais.

Garantia e protecção da propriedade intelectual e dos direitos de autor.

Tomar medidas apropriadas (correção, errata, ou mesmo retração) em casos de comprovada falta de conduta científica, publicação fraudulenta ou plágio.

RESPONSABILIDADES DO EDITOR

Decisão de publicação baseada em uma análise intelectual do manuscrito e uma análise crítica dos relatórios dos revisores.

Fair play na avaliação do manuscrito, apenas por critérios intelectuais.

Manter a confidencialidade da informação sobre autores e conteúdo de manuscrito.

Divulgação e Conflitos de Interesse orientados de acordo com as diretrizes da COPE.

RESPONSABILIDADES DO AUTOR

Informar padrões com dados suficientes e discussão substancial e objetiva dos resultados.

Originalidade dos resultados e nenhum plágio no manuscrito.

Garantir que o manuscrito não seja uma publicação múltipla, redundante ou concorrente.

Reconhecimento de Fontes deve ser devidamente dado.

A autoria do Manuscrito deve ser limitada àqueles que fizeram uma contribuição significativa para a concepção, desenho, execução e / ou interpretação da pesquisa relatada.

Os perigos e os assuntos humanos ou animais devem ser indicados.

Divulgação e Conflitos de Interesse orientados de acordo com as diretrizes da COPE.

Os erros fundamentais nos trabalhos publicados devem ser prontamente notificados ao editor ou editor da revista.

RESPONSABILIDADES DOS REVISORES

Contribuição para a decisão editorial ao relatar a análise crítica, técnica e intelectual do manuscrito.

Prontidão em aceitar ou rejeitar o convite como árbitro.

Manter a confidencialidade da informação sobre autores e conteúdo de manuscrito.

Os padrões de objetividade devem ser seguidos, de modo que as revisões devem ser conduzidas objetivamente, sem críticas pessoais (que é inaceitável) e nas formas em que os pontos de vista do árbitro devem ter argumentos de apoio.

O Reconhecimento das Fontes deve ser garantido, de modo que o trabalho publicado relevante que não tenha sido citado seja incluído, e a substancial semelhança ou sobreposição entre o manuscrito em consideração e quaisquer outros dados publicados é chamada a atenção do autor e do editor.

Divulgação e Conflitos de Interesse orientados de acordo com as diretrizes da COPE.

 

Cadastro como Editor de Seção

Editores-de-Seção têm o papel de avaliar previamente o manuscrito submetido, designar revisores, analisar os pareceres dos revisores, tomar decisão sobre aceite ou rejeição dos manuscritos e revisar a versão aceita antes de submeter à edição de texto.

Os requisitos mínimos para integrar o Corpo de Editores de Seção são:

- Título de Doutor cuja especialidade seja contemplada em uma das Seções da Revista.

- Vínculo institucional efetivo com instituição de ensino superior, pesquisa ou empresa privada.

- Experiência como revisor de periódicos indexados.

A solicitação de cadastro como Editor de Seção da Revista de Ciências Agroveterinárias deve ser feita por meio do Formulário de Registro.