CURSO NORMAL: UM OLHAR SOBRE AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NA CIDADE DE VALENÇA (DÉCADA DE 1950)

Christiane Guimarães Pançardes da Silva, Antônio Francisco de Viveiros Junior

Resumo


O presente estudo busca compreender como a cultura local influenciou a formação das normalistas do Colégio Sagrado Coração de Jesus (Valença-RJ) e, em contrapartida, entender como a formação das normalistas influenciou a cultura local, durante a década de 1950. Cabe ressaltar que, no período estudado, a instituição era constituída por um corpo discente feminino, no sistema de internato e semi-internato. A formação oferecida no Curso Normal era dedicada às mulheres da elite da região Sul-Fluminense do Estado do Rio de Janeiro, em especial das cidades que compõem o Vale do Café, como Valença, Barra do Piraí, Piraí, Vassouras, Rio das Flores e Paty do Alferes. Desta forma, propomos investigar quais eram os traços da identidade feminina e docente formada no Colégio Sagrado Coração de Jesus? Quais eram as influências dos aspectos locais da cidade de Valença, em relação à política, religião e a questão da formação das elites, em particular das mulheres? Quais eram as relações entre o currículo do Colégio Sagrado Coração de Jesus, a constituição de traços identitários das normalistas e as festividades locais, em particular a festa de Nossa Senhora da Glória e o desfile cívico? A análise foi desenvolvida com base nos depoimentos orais das ex-alunas e nos documentos institucionais particularmente no material iconográfico (escritos das religiosas, fotografias, diplomas, livros-fonte e filmagens), que nos forneceu pistas para o conhecimento histórico das questões indicadas, situando-as no tempo/espaço estudado.

Palavras-chave: Curso Normal; cultura local; normalistas.


Texto completo:

PDF