Avanços e limites do acesso ao ensino superior: o caso da Universidade Federal de Santa Catarina (1998-2007)

Mariele Martins, Melina Kerber Klitzke, Ione Ribeiro Valle

Resumo


O acesso à Universidade Federal de Santa Catarina de egressos do ensino médio é o foco desta pesquisa, que, a partir da análise dos vestibulares realizados entre 1998 e 2007, busca estabelecer uma relação entre os candidatos inscritos e os candidatos classificados nesses vestibulares. Dentre as variáveis examinadas destacamos: o número de inscritos e classificados por escola de Ensino médio pública e particular de Santa Catarina; o nível de instrução dos pais dos candidatos inscritos e classificados e a renda familiar desses candidatos. Estas variáveis nos ajudaram a compreender como as desigualdades foram se constituindo ou, mais propriamente, que desigualdades estão na origem dos percursos escolares e que definem a escolha de uma ou de outra carreira profissional.

Texto completo:

PDF