Entre métodos e práticas: as fontes históricas aplicadas à moda como objeto de pesquisa

Everton Vieira Barbosa

Resumo


Ao utilizar a moda como objeto de pesquisa, este artigo trata dos diversos tipos de documentos utilizados pela historiografia desde o último quartel do século XX, pensando, analisando e problematizando seus usos e métodos práticos no contexto acadêmico e escolar para a construção do conhecimento. Partindo do pressuposto de que as questões levantadas aos distintos documentos (impressos, digitais, institucionais, inventariais, epistolários, literários, imagéticos, orais, cinematográficos, musicais e materiais) contribuem para a “invenção” de fontes históricas, faremos uma breve reflexão acerca de algumas pesquisas já realizadas a fim de ilustrar a gama de perspectivas analíticas que possam contribuir para o diálogo entre a História e a Moda. Esta proposta metodológica permite refletir e compreender os cuidados que devem ser tomados na utilização de diferentes documentos históricos, bem como na importância das problemáticas levantadas, possibilitando o cruzamento de fontes e a sapiência na construção de narrativas que deem visibilidade à moda utilizada por indivíduos e grupos em distintas sociedades no tempo e no espaço histórico.

Texto completo:

PDF

Referências


GOUBAULD, Adolphe Camille. Le Moniteur de la mode. Paris: Imprimerie de E. Martinet, 1843-1913.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES. Decreto n. 20.041, de 7 de Maio de 1932: Aprova e manda executar o plano e regulamento para os uniformes dos membros dos Corpos Diplomático e Consular. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1933.

________________________________________. Decreto nº 21.498 de 23 de julho de 1946 e regulamento: Uniformes dos funcionários do serviço exterior. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1946.

NORONHA, Joanna Paula Manso de; VELASCO, Violante Atabalipa Ximenes de Bivar e; NEVES, Gervasia Nunésia Pires dos Santos. O Jornal das Senhoras. Rio de Janeiro: Tipografia do Jornal das Senhoras, 1852-1855.

Referências bibliográficas:

ALBUQUERQUE, Samuel. Nas memórias de Aurélia: cotidiano feminino no Rio de Janeiro do século XIX. São Cristóvão: Editora UFS, 2015.

BARBOSA, Everton Vieira. Páginas de sociabilidade feminina: sensibilidade musical no Rio de Janeiro Oitocentista. São Paulo: Alameda, 2018.

BARTHES, Roland. Sistema da moda. Tradução Lineide do Lago Salvador; revisão e supervisão Isaac Nicolau Salum. São Paulo: Ed. Nacional; Ed. Da Universidade de São Paulo, 1979.

BRAUDEL, Fernand. História e ciências Sociais: a longa duração. Revista de História, nº 65, vol. XXX, ano XVI, abril-junho, 1965, pp. 261-294. Disponível em < http://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/123422/ >. Acesso em 14 jul. 2019.

CARDOSO, Ciro Flamarion; MAUAD, Ana Maria. História e Imagem: os exemplos da fotografia e do cinema. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo (Orgs.). Domínios da História: Ensaios de Teoria e Metodologia. Rio de Janeiro, Campus, 1997, pp. 564-584.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Tradução de Maria Manuela Galhardo. 2ª ed. Rio de Janeiro: Difel, 2002.

CRANE, Diana. A moda e seu papel social: classe, gênero e identidade das roupas. Trad. Cristiana Coimbra. São Paulo: Editora Senac, 2006.

HAHN, H. Hazel. Scenes of parisian modernity: culture and consumption in the nineteenth century. New York: Palgrave Macmillan, 2009.

LARA, Sílvia Hunold. "Os documentos textuais e as fontes do conhecimento histórico". Anos 90, Porto Alegre, v. 15, n. 28, dez. 2008, pp. 17-39. Disponível em . Acesso em 19 jun. 2019.

LEPETIT, Bernard. Por uma nova história urbana. Seleção de textos, revisão crítica e apresentação Heliana Angotti Salgueiro. Tradução Cely Arena. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2001.

LUCA, Tania Regina de. História dos, nos e por meio dos periódicos. In: PINSK, Carla Bassanezi (Org.). Fontes históricas. 2ª ed. 1ª reimp. São Paulo: Contexto, 2008, pp. 111-154.

MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra de. A cultura material no estudo das sociedades antigas. Revista de História, n. 115, 1983, p. 103- 117. Disponível em < http://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/61796/64659 >. Acesso em 14 jul. 2019.

_______________________________. História e imagem: iconografia/iconologia e além. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo (Orgs.). Novos domínios da História. Rio de Janeiro: Ensevier, 2012, pp. 243-262.

NAPOLITANO, Marcos. A História depois do papel. In: PINSK, Carla Bassanezi (Org.). Fontes históricas. 2ª ed. 1ª reimp. São Paulo: Contexto, 2008, pp. 235-290.

___________________. História & Música: 3ª ed. Belo Horizonte, MG: Autêntica, 2005.

PEIXOTO, Maria do Rosário da Cunha. Saberes e sabores ou conversas sobre história e literatura. Revista História & Perspectiva, Uberlândia, UFU, v.24, n. 45, 2001, pp. 15-33. Disponível em: Acesso em 14 jul. 2019.

_______________________________; CRUZ, Heloísa de Faria. Na oficina do historiador: conversas sobre história e imprensa. Projeto História. São Paulo, nº 35, p. 253-270, dez. 2007. Disponível em . Acesso em 14 jul. 2019.

PONS, Anaclet. “Guardar como”. La historia y las fuentes digitales. Historia Crítica. Nº 43, Bogotá, enero-abril, 2011, 260, pp. 38-61. Disponível em . Acesso em 14 jul. 2019.

PORTELLI, Alessandro. Ensaios de história oral. Trad. Fernando Luiz Cássio e Ricardo Santhiago. São Paulo: Letra e Voz, 2010.

REDE, Marcelo. História e cultura material. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo (Orgs.). Novos domínios da História. Rio de Janeiro: Ensevier, 2012, 133-150.

SALOMON, Geanneti Tavares. Moda e ironia em Dom Casmurro. São Paulo: Alameda, 2010.

SILVA, Ana Claudia Suriani da. Moda, transferências culturais e história do livro. Dobras, vol. 10, nº 22, novembro, 2017, pp. 177-201. Disponível em . Acesso em 14 jul. 2019.

SILVA, Camila Borges da. Os inventários no estudo da indumentária. ACERVO, Rio de Janeiro, v. 31, nª 02, p. 142-160, maio/ago. 2018. Disponível em . Acesso em 14 jul. 2019.

SILVA, Helenice Rodrigues da. A renovação historiográfica francesa após a “Guinada Crítica”. In: MALERBA, Jurandir; ROJAS, Carlos Aguirre (Orgs.). Historiografia contemporânea em perspectiva crítica. Bauru, SP: Edusc, 2007 (Coleção História), pp. 167-186.

TAVARES, Célia Cristina da Silva. História e Informática. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo (Orgs.). Novos domínios da História. Rio de Janeiro: Ensevier, 2012, pp. 301-317.

THOMSON, Alistair. Recompondo a memória: questões sobre a relação entre história oral e as memórias. Projeto História (PUCSP), n. 15, pp. 51-71, 1997. Disponível em . Acesso em 14 jul. 2019.

VALIM, Alexande Busko. História e cinema. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo (Orgs.). Novos domínios da História. Rio de Janeiro: Ensevier, 2012, pp. 283-300.

VENANCIO, Giselle Martins; VIANNA, Larissa; SECRETO, Maria Verónica. Sujeitos na História: perspectivas e abordagens. Niterói/RJ: Eduff, 2017.

VOLPI, Maria Cristina. Estilo urbano: modos de vestir na primeira metade do século XX no Rio de Janeiro. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.5965/25944630332019027

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Everton Vieira Barbosa

Indexadores, diretórios e bases de dados

      

Endereço: Lab. Moda e Sociedade - sala 51 | Av. Madre Benvenuta, 1907 - Itacorubi - Florianópolis - SC - CEP: 88035-001. 

Email: modaesociedade@gmail.com

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Esta revista é um projeto interinstitucional entre os programas de pós graduação em artes, design e consumo da PPGAV/UDESC, ICA/UFC, PPGD/UFPE e PGCDS/UFRPE, com apoio da Diretoria de Ensino da Abepem.