O Curso de Design de Moda da Faculdade SENAI CETIQT: uma leitura curricular

JOAO DALLA ROSA JUNIOR, CAROLINA CASARIN DA FONSECA HERMES

Resumo


Este artigo examina a grade curricular do curso de Bacharelado em Design de Moda da Faculdade SENAI CETIQT, indicando algumas concepções que pautam a distribuição e organização das disciplinas e o modo como o conjunto formado por elas cria uma experiência específica acerca do papel do designer em seu ambiente de trabalho. Seguida a uma breve contextualização história da criação e funcionamento do SENAI CETIQT, o artigo apresenta a estrutura curricular do curso de Bacharelado em Design de Moda, analisando as disciplinas sob a luz de seu projeto pedagógico. Por meio da posição das disciplinas, das seleções de conteúdos e dos arranjos de periodização aos quais os alunos são submetidos ao longo da trajetória acadêmica, este texto busca compreender algumas das características do desenho do currículo. Dessa forma, o artigo tece considerações sobre alguns desafios observados na experiência cotidiana com a atual grade curricular do curso de Bacharelado em Design de Moda da Faculdade SENAI CETIQT. Em especial, aqueles que dizem respeito ao posicionamento do futuro designer no campo de atuação do vestuário; à união, na formação do corpo discente, dos conteúdos das disciplinas consideradas teóricas e práticas; e, também, ao posicionamento político e ideológicos dos agentes da instituição de ensino, sejam eles alunos, professores ou o quadro gerencial.

Texto completo:

PDF port PDF (English)

Referências


BECKER, Howard S. Falando da sociedade: ensaios sobre as diferentes maneiras de representar o social. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2009.

BOMFIM, Gustavo Amarante. Parecer sobre plano de reformulação do currículo pleno do curso superior de Design de Moda do SENAI-CETIQT. 2003.

BONADIO, Maria Claudia. A produção acadêmica sobre moda na pós-graduação stricto sensu no Brasil. Iara – Revista de Moda, Cultura e Arte, São Paulo, v.3, n. 3, p. 50-146, dez. 2010 – Dossiê. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2017.

BRASIL, 2004. Resolução CNE/CES nº05/2004: Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rces05_04.pdf>. Acesso em: 25 ago. 2017.

BRASIL. Decreto-lei nº 5.222, de 23 de janeiro de 1943. Disponível em: . Acesso em: 24 out. 2016.

BRASIL. Decreto-lei nº 4.127, de 25 de fevereiro de 1942. Disponível em: . Acesso em: 24 out. 2016.

BRASIL. Decreto-lei nº 64.823, de 15 de julho de 1969. Disponível em: . Acesso em: 25 out. 2016.

BRAVERMAN, Harry. Trabalho e capital monopolista; a degradação do trabalho no século XX. Rio de Janeiro: Zahar editores, 1981.

CHACON, José-Marcelo Traina; CALDERÓN, Adolfo-Ignacio. A expansão da educação superior privada no Brasil: do governo de FHC ao governo de Lula. Revista Iberoamericana de Educación Superior, v. 6, n. 17, p. 78-100, 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2017.

CHRISTO, Deborah Chagas. Estrutura e Funcionamento do Campo De Produção De Objetos do Vestuário no Brasil. Tese de doutoramento. Rio de Janeiro. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Departamento de Artes e Design, 2013.

COUTO, Rita Maria de Souza. Escritos sobre ensino de Design no Brasil. Rio de Janeiro: Rio Book´s, 2008.

HERNÁNDEZ, Fernando. Pesquisar com imagens, pesquisar sobre imagens: revelar aquilo que permanece invisível nas pedagogias da cultura visual. In: MARTINS, Raimundo. TOURINHO, Irene. (Org.). Processos e práticas de pesquisa em cultura visual e educação. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2013, p. 77-95.

LIMA, Kátia Regina de Souza. O Banco Mundial e a educação superior brasileira na primeira década do novo século. Revista Katálysis, Florianópolis, v. 14, n. 1, p. 86-94, jan./jun. 2011. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2017.

MÜLLER, Meire Terezinha. A lousa e o torno: a escola SENAI Roberto Mange, de Campinas. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Programa de Pós-Graduação em Educação, 2009. Disponível em: . Acesso em 24 out. 2016.

PINTO, Geraldo Augusto. A organização do trabalho no século XX: taylotismo, fordismo e toyotismo. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

PIRES, Dorotéia Dabuy. A história dos cursos de design de moda no Brasil. Revista Nexos: Estudos em Comunicação e Educação. Especial Moda/Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo: Editora Anhembi Morumbi, Ano VI, n. 9, p. 1-13, 2002. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2017.

ROSA JÚNIOR, João Dalla; CIPINIUK, Alberto. Entre a imagem e a moda : um estudo sobre o habitus visual. 2017. Tese (Doutorado)-Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Departamento de Artes e Design, 2017 Disponível em : . Acesso em : 1 jun. 2017.

RÜTHSCHILLING, Evelise Anicet. Design de superfície. Porto Alegre: UFRGS, 2008.

SENAI CETIQT. Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI Faculdade SENAI CETIQT 2015-2019. 2015a. Disponível em: . Acesso em: 25 out. 2016.

SENAI CETIQT. Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Design da Faculdade SENAI CETIQT. 2015b.

SENAI CETIQT. Regimento da Faculdade SENAI CETIQT. 2015c. Disponível em:. Acesso em: 25 out. 2016.

SENAI. Relatório anual 2006. Brasília: SENAI, 2007. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2017.

SENAI. Relatório anual 2015. Brasília: SENAI, 2016. Disponível em:. Acesso em: 25 ago. 2017.

SENNET, Richard, O artífice. Rio de Janeiro: Record, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista de Ensino em Artes, Moda e Design

Esta revista é um projeto interinstitucional entre os programas de pós graduação em artes, design e consumo da PPGAV/UDESC, ICA/UFC, PPGD/UFPE e PGCDS/UFRPE, com apoio da Diretoria de Ensino da Abepem.