APROXIMAÇÕES DA EXPERIÊNCIA ESTÉTICA INTEGRAL: O SABER, O FAZER E O SENTIMENTO ESTÉTICO

Taíze dos Santos Batistti, Marcia Regina Selpa Heinzle

Resumo


Neste artigo busca-se analisar, a partir dos dizeres dos licenciandos do curso de Artes Visuais PARFOR/FURB, aproximações da experiência estética integral (DEWEY, 2010), considerando o saber, o fazer e o sentimento estético. Para tanto, nesta pesquisa de abordagem qualitativa adotou-se como instrumento de geração de dados uma entrevista semi-estruturada com seis licenciandos do curso de Artes Visuais. Como procedimento de análise destas entrevistas, realizou-se uma análise textual discursiva (MORAES; GALIAZZI, 2011). A perspectiva teórica adotada neste estudo está apoiada nas ideias de John Dewey, obra “Arte como experiência”.  A partir das análises das entrevistas, foi possível encontrar duas categorias que se relacionam entre si: materiais artísticos e percepção. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/24471267322017008

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Grupo de Estudos Estúdio de Pintura Apotheke do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade do Estado de Santa Catarina.

ISSN: 2447-1267

Revista Apotheke é B4 em Artes no Qualis CAPES

 

 

 

revistaapotheke@gmail.com